Terça-feira, 22 de Setembro de 2020
ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Pedreiro é preso suspeito de estuprar a filha, enteadas e sobrinha desde 2008

A prisão aconteceu em uma casa para a qual o homem estava se mudando, no bairro Amazonino Mendes. A ação ocorreu após uma das enteadas do homem ter comunicado que estava sendo abusada



bc85d019-a67e-4115-b40e-edbe650e6177_FD788C6E-3271-472A-8EF4-972A9670C0B6.jpg Foto: Jair Araújo
04/08/2020 às 12:06

Um pedreiro de 37 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso suspeito de abusar sexualmente da filha, de duas enteadas e de uma sobrinha, em crimes cometidos desde 2008. A prisão ocorreu em uma casa à qual o homem estava se mudando, situada no bairro Amazonino Mendes, na Zona Norte de Manaus, na tarde desta segunda-feira (3).

Segundo o delegado Torquato Mozer, titular do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a denúncia contra o pedreiro foi formalizada no mês passado, embora o caso tenha acontecido há mais de dez anos. A ação ocorreu depois que uma das enteadas do homem, uma adolescente de 15 anos, comunicou que estava sendo abusada.



Mozer afirmou, também, que os estupros ocorriam quando o homem ficava sozinho com uma das vítimas. Conforme o delegado, não é possível precisar a idade das familiares, na época em que os abusos foram cometidos, pois os crimes foram realizados várias vezes, durante anos.

Segundo depoimentos prestados pelas vítimas à polícia, as equipes investigativas constataram que havia uma rotina de relações sexuais não consentidas, de acordo com Mozer. “Algumas das vítimas foram para outras unidades da Federação para tentar esquecer esse momento”, disse.

A troca de endereço do pedreiro ocorreu como uma tentativa de fuga das equipes policiais.

O preso foi indiciado por estupro de vulnerável e será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.