Domingo, 07 de Junho de 2020
OCORRÊNCIA

‘Pica-pau’ é encontrado coberto de sangue e com corte no pescoço na AM-010

“Quando me aproximei desse vizinho, nós vimos o ‘Pica-Pau’, que estava com sangue escorrendo do corte do pescoço até a barriga. Ele não conseguia nem falar, apenas gesticular, e pediu por socorro”, relatou uma mulher que não quis se identificar



WhatsApp_Image_2020-03-16_at_12.10.49_A4B5379A-E5F1-43D0-BC87-7B9290020611.jpeg Foto: Jair Araújo
16/03/2020 às 12:38

Um homem, até o momento não identificado, conhecido como “Pica-Pau”, 54, foi socorrido após ser encontrado com um corte no pescoço, em um sítio situado no ramal do São Francisco, no quilômetro 42 da rodovia AM-010, na madrugada desta segunda-feira (16).

O homem foi visto por volta de 1h, por uma moradora que vive próxima do local. A mulher, que não quis se identificar, por medo de represálias, disse que foi chamada por um vizinho, que ouviu grunhidos e achou que se tratava de uma onça.



“Quando me aproximei desse vizinho, nós vimos o ‘Pica-Pau’, que estava com sangue escorrendo do corte do pescoço até a barriga. Ele não conseguia nem falar, apenas gesticular, e pediu por socorro”, relatou. O homem foi socorrido e levado a uma unidade hospitalar em Manaus, segundo a moradora.

Homem trabalhador

Foto: Jair Araújo

A equipe de reportagem conversou com o comerciante Antônio Joaquim dos Santos, 51 anos, dono do sítio onde “Pica-Pau” estava morando, enquanto trabalhava como cuidador do local. “Ele cuidava dos animais que tenho aqui”, disse. Segundo Joaquim, “Pica-Pau” também trabalhava em um sítio próximo, prestando ofício semelhante a um “serviços-gerais”.

Joaquim, que mora no bairro Novo Israel, na Zona Norte de Manaus, recebeu uma ligação na manhã deste domingo, por volta das 9h, informado que “Pica-Pau” havia sofrido um golpe de faca no pescoço.

No local onde a vítima dormia, foi encontrado marcas de sangue no chão, bem como em uma faca localizada próxima a uma rede armada no quarto. No chão do cômodo também havia fezes. “Ele fumava e bebia muito, mas não usava drogas e não tinha desentendimento com ninguém”, informou Joaquim.

Conforme a comerciante Hileia Lima, 64 anos, “Pica-Pau” era um homem trabalhador, apenas conhecido por beber muito. Segundo ela, os moradores locais cogitam que o homem tenha sofrido um acidente, mas também há a desconfiança que a vítima tenha sofrido uma tentativa de homicídio. A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deve investigar o caso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.