Domingo, 25 de Julho de 2021
Assassinado no meio da rua

Pistoleiros invadem rua no Coroado e executam ‘Neguinho’ com tiros na cabeça

A polícia ainda não tem informações de quem possa ter cometido o assassinato



456fd66b-388c-4520-b519-bd28f95700d9_F41B7FC0-FA9D-4163-ABE9-6A8F489A4478.jpg Foto: Divulgação
17/02/2021 às 11:27

Com vários tiros na cabeça, dois homens executaram o autônomo Antônio José da Silva Queiroz, 40, conhecido como “Neguinho”, que tinha mandado de prisão por tráfico de drogas. O crime aconteceu por volta das 15h desta terça-feira (16), na rua das Solvas (antiga rua Castelo Branco), na comunidade Ouro Verde, no bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus.

À polícia, testemunhas contaram que “Neguinho” estava na frente do mercadinho onde trabalhava, quando dois carros – um preto e outro branco – chegaram ao local. Dois homens desceram do veículo escuro fortemente armados e começaram a efetuar tiros contra a vítima, que morreu na hora.



Em seguida, os pistoleiros fugiram. O local de crime foi isolado por policiais militares da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Os familiares disseram à polícia que “Neguinho” havia sido preso pelo crime de tráfico de drogas e estava solto legalmente, esperando colocar a tornozeleira eletrônica, dispositivo de monitoramento da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

A polícia suspeita que “Neguinho” usava o trabalho no mercadinho e bar para vender entorpecentes para uma facção criminosa. A região atualmente é dominada pelo Comando Vermelho (CV), de origem carioca, ramificada em todo estado do Amazonas.

Após os procedimentos da perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). A equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) dará seguimento nas investigações para solucionar o assassinato.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.