Publicidade
Manaus Hoje
DROGAS

PM e PF apreendem 9kg de drogas escondidos em latas de refrigerantes

De acordo com o sargento da Polícia Militar, Jober Gois, um homem foi preso com as drogas durante a vistoria de uma embarcação no porto de Santo Antônio do Içá 31/03/2016 às 16:07
Show hohioiho
O rapaz foi conduzido à sede da Polícia Federal em Tabatinga para a realização dos procedimentos legais (Divulgação/SSP-AM)
ACRITICA.COM MANAUS

Na manhã desta quinta-feira (31), policiais federais e militares, que atuam na operação ‘Sentinela’, coordenada pela Polícia Federal (PF-AM) com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), no município de Tabatinga, prenderam o comerciante, Wilson Júnior Tenazoa Macedo, de 26 anos, com 9 quilos de pasta base de cocaína que estavam sendo armazenadas dentro de latas de refrigerante.

De acordo com o sargento da Polícia Militar, Jober Gois, Wilson foi preso durante a vistoria de uma embarcação no porto de Santo Antônio do Içá. A suspeita é de o comerciante utilizava o bar do local para guardar a droga, que vinha de Tabatinga com destino à Manaus. “Wilson pagava os peruanos para retirarem o refrigerante pelo fundo da lata e colocarem a cocaína no lugar. Depois de lacrado é muito difícil perceber que a lata foi violada”, disse.  

O rapaz foi conduzido à sede da Polícia Federal em Tabatinga para a realização dos procedimentos legais. “Essas pessoas trabalham diariamente para encontrar formas de levar a droga para outros locais, mas nós também trabalhamos diariamente para antecipar a ação deles”, relata.

Segurança na fronteira

Além da Operação Sentinela, No Amazonas, o combate ao tráfico de drogas ganhou reforço na fronteira do Estado por meio da ‘Base Anzol’. A base foi posicionada estrategicamente, a 59 quilômetros do município de Tabatinga, onde todas as embarcações que trafegam pelo rio Solimões são vistoriadas para que seja evitada a entrada de entorpecentes e mercadorias contrabandeadas no Amazonas. Atuam na ‘Base Anzol’ agentes da Polícia Federal, com apoio de policiais militares e civis.

Publicidade
Publicidade