Sábado, 24 de Julho de 2021
SUSPEITO

PM suspeito de matar mulher trans em motel se apresenta à polícia

Jeremias da Costa Silva esteve hoje na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros. Ele é o principal suspeito de ter matado Manuella Otto, de 25 anos, em um quarto de motel



2bb2ea58-18e5-4bc9-aab7-893406323814_25553BB5-DA04-4747-A337-9195459DECFA.jpg Foto: Divulgação
16/02/2021 às 14:06

O policial militar Jeremias da Costa Silva se apresentou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), situada no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, segundo informou o delegado Charles Araújo, titular da unidade policial, na manhã desta terça-feira (16). Jeremias é o principal suspeito de ter matado a tiros a mulher trans Manuella Otto, de 25 anos.

Conforme o delegado, Jeremias se apresentou na DEHS por volta das 22h de domingo (14), acompanhado de advogado. Segundo Araújo, o policial foi à delegacia porque as equipes de investigação conseguiram confirmar que um carro que havia sido filmado entrando no motel onde Manuella foi morta está no nome do suspeito.



“Ele não respondeu aos questionamentos da autoridade policial, o que é direito dele. Há imagens que mostram um homem saindo do local com uma camisa na cabeça, para dificultar sua identificação. Cabe a nós angariar as provas necessárias para identificar esse homem”, disse o delegado.

O principal suspeito é Jeremias, mas ainda há outras hipóteses sendo investigadas, conforme Araújo. As investigações seguem em andamento.

Entenda o caso

Manuella foi morta com um tiro nas costas, que atravessou o tórax da vítima, na madrugada do dia 13, dentro do motel Minha Pousada, situado no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o momento em que um homem fugiu do local em um carro branco, Chevrolet Prisma, de placa PHJ-1418.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.