Segunda-feira, 14 de Junho de 2021
CENÁRIO

Policial morta a tiros em delegacia já tinha denunciado PM suspeito por ameaça

Alcileide Conceição Costa de Farias, de 44 anos, morta a tiros em uma delegacia de Manaus já tinha denunciado o policial militar Mário Sérgio da Silva Muca, principal suspeito do crime



88777_9E7BF0F8-7E26-46BC-B5A0-3E0913DFD4A7.JPG Foto: Divulgação
10/06/2021 às 18:02

Alcileide Conceição Costa de Farias, de 44 anos, policial militar assassinada a tiros na manhã desta quinta-feira (10), no prédio da 10° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), onde era lotada, já havia registrado um Boletim de Ocorrência (B.O) por ameaça contra o policial militar Mário Sérgio da Silva Muca, principal suspeito do crime.

Conforme o documento, a policial registrou o B.O na manhã do dia 15 de maio deste ano, e declarou que estava sendo ameaçada de morte pelo sargento, por meio da seguinte frase “Abre teu olho: tu é o pior verme que existe, e tu sabe o que acontece com os vermes”. 



O caso foi registrado inicialmente na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) e depois transferido para o 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Em nota a Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança informa que está acompanhando o flagrante do crime na Diretoria de Justiça e Disciplina da PM e requisitou uma cópia do procedimento policial. A Corregedoria está instaurando um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para julgar a permanência do sargento nas fileiras da Polícia Militar do Amazonas.

Uma sindicância investigativa será instaurada para apurar eventual responsabilidade do comando da Companhia Interativa Comunitária, pelo fato do autor e a vítima estarem escalados de serviço no mesmo ambiente, tendo em vista a existência de Boletim de Ocorrência registrado pela vítima nos termos da Lei Maria da Penha.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.