Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
TRÁFICO DE DROGAS

Polícia apreende 800 kg de maconha vinda da Colômbia, com destino a Manaus

Carregamento ilícito do tipo 'skunk' foram apreendidas no município de Maraã. Drogas são oriundas da cidade colombiana de La Pedreira



b788a49a-c7ef-4bca-8ca3-1d3f47ff9c06_5BAEEA6D-6A93-45E1-84DF-64AF354CF209.jpg Foto: Divulgação
31/03/2020 às 11:56

Três homens foram presos, suspeitos de realizar o carregamento de cerca de 800 quilos de maconha do tipo “skunk”, apreendidas em operação deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), no município de Maraã, distante 634 quiômetros em linha reta de Manaus. Conforme a SSP, as drogas são oriundas da cidade colombiana de La Pedreira e tinham como destino final a cidade de Manaus.

Dados parciais do trabalho foram apresentados na Delegacia-Geral de Polícia Civil, situada na Zona Centro-Oeste da capital, nesta terça-feira (31). A operação já dura uma semana e ainda não tem previsão de término. A identidade do trio preso não foi revelada, para não atrapalhar o prosseguimento das investigações.



De acordo com o diretor do Departamento de Investigações sobre Narcóticos da Polícia Civil do Amazonas, delegado Paulo Mavignier, as drogas foram trazidas a Manaus por meio de transporte fluvial. Os entorpecentes estavam escondidos em uma área de mata fechada, quando foram identificados pelas equipes de policiais.

Prisão de traficantes

Segundo o diretor do Denarc, as equipes de polícia chegaram até o grupo de traficantes após trilharem a região de mata próxima ao Rio Urubaxi. “Houve a abordagem aos homens, conseguimos prender três pessoas, cujos nomes manteremos em sigilo, pois a operação prossegue no local com envio de reforços. Nosso objetivo é localizar o restante da droga”, disse.

As investigações sobre a quadrilha de traficantes que transportava o material apreendido já estavam sendo feita há 30 dias.

Com o trio, os policiais apreenderam duas espingardas de calibre 12. Segundo a SSP, os homens são brasileiros. Os demais integrantes do grupo conseguiram se esconder na mata e não foram localizados.

O coordenador do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (F.E.R.A), delegado Juan Valério, disse que as equipes policiais chegaram a percorrer o rastro dos traficantes por mais de 20 quilômetros.

A operação policial coordenada pela SSP-AM integrou equipes do Grupo Fera, da Polícia Civil, do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar, Exército Brasileiro e Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do programa Vigia e da Senasp.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.