Domingo, 22 de Setembro de 2019
Retrato falado

Polícia Civil divulga retrato falado para identificar e prender autor de homicídio

O procurado é o responsável pela morte de Marcelo Frazão Carneiro, 35, na manhã do dia 21 de maio deste ano em um posto de combustíveis no bairro Cachoeirinha



y.jpg Os números para ligar são o (92) 3636-2874 e o disque-denúncia 181 (Divulgação)
06/07/2016 às 21:04

A Polícia Civil do Amazonas divulgou o retrato falado do autor do homicídio de Marcelo Frazão Carneiro, ocorrido na manhã do dia 21 de maio deste ano, por volta das 6h, em Manaus, em um posto de combustíveis situado na av. Castelo Branco, bairro Cachoeirinha, Zona Sul. A vítima tinha 35 anos.

De acordo com a delegada adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Bruna Parente, no dia do crime Marcelo estava ingerindo bebida alcoólica com um amigo, quando iniciou uma discussão com duas mulheres que estavam no local, acompanhadas pelo infrator, até o momento não identificado.

Segundo testemunhas, a vítima teria xingado as garotas e o homem que estava com elas teria avançado em direção a Marcelo. Nesse momento, o amigo da vítima teria tentado impedir que a discussão tomasse proporções maiores, mas o infrator, armado com uma arma de fogo, acabou alvejando Marcelo.

“O infrator e as duas mulheres fugiram do local em um carro modelo Corsa, de cor prata. Marcelo não resistiu ao ferimento e foi a óbito no lugar. Quem puder colaborar com informações que levem até o autor do disparo, entre em contato com a equipe da DEHS”, disse a delegada Bruna Parente.

Os números para ligar são o (92) 3636-2874, da DEHS, e também o 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). A delegada Bruna Parente afirmou que a Polícia Civil vai assegurar a identidade dos informantes.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.