Sábado, 22 de Janeiro de 2022
Crime contra Idoso

Polícia Civil prende dupla por apropriação de bens, extorsão e agiotagem contra idosa

Idosa teria feito um empréstimo R$ 4 mil reais, mas juros mensais do agiota fizeram dívida ultrapassar os R$ 40 mil



show_agora_agorinha_dois_1AD5EB2F-3484-4982-99E2-418D6178F5C8.jpg Foto: Erlon Rodrigues / PC-AM
10/08/2021 às 14:48

Dois homens, um de 41 e outro de 55 anos, foram presos pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (Decci), em flagrante pelos crimes de apropriação de bens, extorsão, retenção de documentos e usura (agiotagem) praticados contra uma idosa de 69 anos. O caso teria ocorrido em uma agência bancária no Boulevard Álvaro Maia, bairro Presidente Vargas, zona sul de Manaus.

De acordo com a delegada Andréa Nascimento, titular da Especializada, a prisão da dupla teve uma base uma denúncia anônima relatando que uma idosa estava sendo cobrada abusivamente por um suposto agiota, em uma agência bancária no endereço mencionado.

“O crime passou a ocorrer no momento em que a vítima, em 2016, realizou um empréstimo de R$ 4 mil. Os criminosos realizavam as cobranças mensalmente, aplicando juros de 20% sobre o valor das parcelas, que já chegavam a mais de R$ 40 mil. Os criminosos agiam confiscando o cartão da idosa para realizar saques e transferências”, esclareceu a delegada.

Após a denúncia, uma equipe policial se dirigiu à agência e identificou a idosa entregando uma grande quantia em dinheiro ao homem de 41 anos. Os policiais abordaram o indivíduo, e, após a confirmação de que se tratava do crime, efetuaram a prisão em flagrante.

Ao ser encaminhado à Especializada, o indivíduo informou que estava na agência apenas para cumprir ordens de outro homem de 55 anos. Ao ser questionado, informou onde o mandante do crime estava. A equipe, então, dirigiu-se ao bairro Cachoeirinha, zona sul, e prendeu o segundo envolvido no crime.

Conforme a delegada, os dois indivíduos já possuem passagem pela polícia por posse e porte ilegal de arma de fogo. Na residência onde o mandante do crime estava foram apreendidos exatamente 247 cartões eletrônicos utilizados nas cobranças praticadas por eles.

Ambos foram conduzidos à unidade policial, e foram autuados pelos crimes de apropriação de bens, extorsão, retenção de documentos e usura real. Após os procedimentos cabíveis, eles serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.