Terça-feira, 21 de Maio de 2019
SÃO JOSÉ

Polícia indicia grupo que roubou mais de 250 pares de calçados de loja

Família de um dos criminosos chegou a procurar o dono da loja para repor o prejuízo causado pelo furto, de acordo com a polícia; eles vão responder pelo crime em liberdade



WhatsApp_Image_2019-05-06_at_18.45.18_B963A8A3-9288-45A4-8ADC-864FDB8E863D.jpeg
(Foto: Divulgação)
06/05/2019 às 19:08

Uma investigação que durou menos de 30 dias resultou na identificação e localização de quatro homens acusados de furto qualificado a uma loja de calçados, na rua 14, bairro São José, na Zona Leste de Manaus. Um quinto elemento também foi identificado, mas ainda segue foragido. 

O furto ocorreu por volta das 3h da madrugada quando dos dos acusados arrombaram a porta do estabelecimento, invadiram o local e saíram levando cerca de 250 pares de calçados. O prejuízo estimado para o proprietário da loja foi de R$ 5 mil. As informações são do delegado Pablo Geovanni, titular do 9º Distrito Integrado de Polícia.

Os suspeitos relataram que cada um ficou com cerca de 30 pares cada e que revenderam os produtos. Os suspeitos foram identificados como Kevin Emanuel da Silva, Edvan Figueiredo de Souza, Kleison Aires da Silva e Marcelo Sales Nunes, que foram localizados e indiciados, além de Elialdo da Silva Maquiné Filho, que segue foragido.

De acordo com o delegado, Marcelo e Kleison foram os autores diretos do furto, entraram no local e levaram os produtos. Kevin e Edvan, de acordo com os depoimentos, foram os idealizadores do furto. Todos foram identificados depois de investigações por meio das câmeras de segurança e outras técnicas.

O quarteto já possui antecedentes criminais e nesta segunda-feira foi indiciado por furto qualificado. Os quatro devem responder pelo crime em liberdade e ficarem a disposição da Justiça, conforme informou o delegado titular do 9º DIP.

Inusitado
Um fato estranho chamou a atenção do delegado. Segundo ele, familiares de Kleison, após saberem que ele havia sido identificado e que estava sendo procurado pela polícia, procuraram o dono da loja e entraram em acordo. 

“Eles se propuseram, junto com os parentes dos outros envolvidos, a devolverem o prejuízo causado, o dono até veio ao DIP para retirar a queixa, mas em uma ação dessas não há como retirar”, explicou.

News f bio 1671 d7c3ddae a0d2 4da2 9b50 c136017d92da
Repórter de Polícia do Jornal Manaus Hoje

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.