Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
ASSALTO

Polícia investiga tentativa de assalto a agência do Banco do Brasil em Manacapuru

De acordo com a autoridade policial, o caso foi registrado pela gerência da agência bancária por volta das 8h desta segunda-feira



99879.JPG Agência foi invadida na madrugada desta segunda-feira (Foto: Divulgação/PC)
12/06/2017 às 15:33

O delegado Rodrigo Araújo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital, instaurou Inquérito Policial (IP) nesta segunda-feira (12), para investigar o arrombamento e tentativa de assalto a agência do Banco do Brasil daquela cidade, ocorrido por volta das 4h da madrugada.

De acordo com a autoridade policial, o caso foi registrado pela gerência da agência bancária por volta das 8h desta segunda-feira e o primeiro procedimento da Polícia Civil foi realizar coleta de informações de moradores do local e solicitar o Departamento de Perícia Técnico e Científico (DPTC) de Manaus um exame minucioso do prédio.



Rodrigo Torres informou que os autores ainda não foram identificados, porque eles destruíram os equipamentos do sistema de monitoramento de câmeras de segurança instaladas no interior do banco. “A grade de proteção de uma das janelas da agência foi arrancada. Dentro do banco, as câmeras e o gravador de imagens foram destruídos, além de deteriorarem a porta do cofre, porém, não conseguiram abri-lo”, disse.

O delegado de DIP de Manacapuru informou também que, o alarme de segurança foi disparado por volta das 4h da madrugada. Na fuga, uma furadeira profissional, utilizada para tentar abrir o cofre, foi deixada no local. “De acordo com a gerência da agência, não foi subtraído nenhum valor do cobre, que também será objeto de perícia”, disse Rodrigo Torres.

*Com informações da assessoria de comunicação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.