Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
BUSCAS

Polícia prende mais três suspeitos do latrocínio de sargento da PM

Christiano Silva dos Santos, 23, Wagner Nascimento de Oliveira Júnior, 25, e Wenceslau Rodrigues Filho, 61, foram presos nesta segunda-feira. Outros dois suspeitos, já identificados, estão sendo procurados



presos_C1C1D036-C89E-4EA9-8039-CC868C983396.jpg (Foto: Divulgação)
24/12/2019 às 15:50

Ao longo da tarde de segunda-feira (23/12), policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), em ação conjunta com policiais militares da Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) e da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), prenderam três pessoas em cumprimento de mandados de prisão preventiva pelo envolvimento no latrocínio que teve como vítima o sargento da Reserva da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Ronaldo Ferreira Correa Brito, que tinha 61 anos.

Christiano Silva dos Santos, 23, Wagner Nascimento de Oliveira Júnior, 25, e Wenceslau Rodrigues Filho, 61, foram presos nesta segunda-feira. Os três são suspeitos pelo Latrocínio do Sargento da Reserva da Polícia Militar Ronaldo Ferreira Correa Brito, 61. O crime ocorreu na manhã da última quinta-feira (19), na Feira do Morrinho, Bairro Japiim, Zona Sul. Outros quatro envolvidos foram presos no último sábado (21), são eles: Alessandro Peres da Silva, 32; Charles da Silva Farias, 33; Dennis Neves dos Santos, 36, e Dane Marcio Gonçalves da Gama. Dennis, inclusive, chegou a desmaiar durante sua apresentação, nesta segunda-feira. Dois suspeitos ainda são procurados pela polícia.



Segundo o delegado Aldeney Goes, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Cristiano se apresentou na delegacia e foi preso. Ele seria um dos que ficaram fora da feira, armados, dando contenção ao crime. Já Wagner foi preso no bairro da Paz, zona centro-oeste da capital, por policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam). Ele foi um dos que entrou na feira, e executou o latrocínio. Wenceslau foi preso na Feira Municipal do bairro Japiim, por uma guarnição da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Ele seria a pessoa que passou as informações sobre a feira e estava no mesmo local onde aconteceu o crime.

Aldeney Goes explicou que conforme as investigações, a vítima estava trabalhando como segurança de um funcionário da Feira do Morrinho, quando foi alvejada por diversos disparos de arma de fogo, efetuados por integrantes do grupo criminoso. Charles estava armado, realizando a cobertura da quadrilha. Além do dinheiro, a arma de fogo da vítima também foi roubada. Ao consumar o ato criminoso, o grupo fugiu em um veículo conduzido por Dennis, que é motorista de aplicativo. Eles se esconderam na residência de Alessandro, onde foi repartido o dinheiro.

“Foi um crime premeditado, onde cada envolvido desempenhou uma função na execução do delito. Na ocasião da ação criminosa, a vítima trabalhava como segurança de um funcionário da Feira, quando foi alvejada por disparos de arma de fogo efetuado por dois membros do grupo criminoso, que empreenderam fuga do local levando cerca R$ 8,6 mil em espécie, além da arma da vítima”, explicou o titular da especializada.

 O trio foi indiciado por latrocínio. Após procedimentos na sede da Derfd, vão servencaminhados para a audiência de custódia. Com a prisão de sete infratores, três continuam foragidos, sendo Fernando Nalberto da Incarnação e Neury Costa de Alencar, e um indivíduo que ainda não foi identificado. Quem tiver informações pode ligar para o número 181, disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). Veja as fotos de ambos abaixo:

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.