Publicidade
Manaus Hoje
EX-VEREADOR

Polícia prende mais um suspeito de matar e roubar ex-vereador em Parintins

Marcos Azevedo, 21, confessou ter pilotado a moto e ter ajudado na fuga de Rick de Almeida, 18, que já havia sido preso ontem 23/01/2018 às 09:35 - Atualizado em 23/01/2018 às 09:51
Show 98444
Foto: Divulgação
Édria Caroline Manaus (AM)

A polícia prendeu nas primeiras horas da manhã de hoje (23) mais um suspeito de participar do assassinato e roubo do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Parintins, Everaldo Silvério Batista Coelho, morto a tiros na manhã de ontem (22), quando estava dentro de casa.

Marcos Azevedo Andrade, 21, confessou ter pilotado a moto e ter ajudado na fuga de Rick de Almeida Mota, 18, que já havia sido preso ontem. Marcos, segundo a polícia, foi localizado por policiais civis e militares na Invasão do Castanhal, em Parintins, município distante a 369 quilômetros de Manaus.

Já Rick foi capturado por volta das 21h de ontem na rua Nhamundá, no bairro Palmares, mesmo bairro onde aconteceu o crime. Com ele foram encontrados dois revólveres, uma arma de fabricação caseira, munições, trouxinhas de entorpecentes, celulares roubados, um facão e uma máscara utilizados para cometer roubos na cidade. Ele confessou tudo, mas negou que o crime tenha sido encomendado.

“Eu só entrei pra roubar. Mas ele reagiu e segurou no cano da minha arma. Por isso eu atirei”, disse Rick, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Ele, ainda segundo a SSP, já é conhecido da polícia do município por praticar diversos roubos na cidade.

Tanto Marcos quanto Rick foram encaminhados ao presídio de Parintins, onde ficarão à disposição da justiça.

Tiros na cabeça e pescoço

O ex-vereador Everaldo Batista foi assassinado a tiros na sala da casa onde morava, na rua Itapiranga, no bairro Palmares, em Parintins. Segundo a PM, duas pessoas em uma moto pararam em frente à residência da vítima, que também funciona como um estabelecimento comercial. Eles entraram no local, passaram pelo comércio até chegar à sala da casa e encontraram o ex-vereador assistindo TV.

Então, os assassinos efetuaram quatro disparos contra Everaldo, mas apenas dois o acertaram, sendo um na cabeça e outro no pescoço. Após o crime, os dois atiradores fugiram. O ex-vereador chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Jofre Cohen, mas não resistiu e morreu na unidade hospitalar.

 

Publicidade
Publicidade