Publicidade
Manaus Hoje
Polícia Civil

Polícia prende mulher que tentou matar a ex do marido a facadas em Manaus

A vítima, de 40 anos, foi ao encontro do ex-companheiro e lá, após discussão, acabou esfaqueada várias vezes por ele e pela nova esposa do homem. A vítima sobreviveu 16/08/2016 às 16:26 - Atualizado em 16/08/2016 às 16:32
Show c607f5ff b331 42d1 b26e 4b50aa132d08
O crime ocorreu no dia 22 de junho deste ano, no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul (Foto: Kamyla Gomes)
Kamyla Gomes Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas prendeu, em Manaus, Wanessa Santana Soares, 22, por tentativa de homicídio contra Ednilce Barbosa Fernandes, de 40 anos. A vítima foi esfaqueada e agredida várias vezes por Wanessa e pelo então marido dela, Marialdo Moraes da Silva Junior, ex-companheiro de Ednilce.

O crime aconteceu no dia 22 de junho deste ano, no beco Aleixo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. Segundo a delegada Andrea Nascimento, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), a vítima recebeu mais de 40 facadas pelo corpo, golpeadas por Wanessa e por Marinaldo

“No dia do crime, Marialdo ligou para Ednilce para que os mesmos se encontrassem para tentar reatar. Ela foi até o encontro dele, e ele a tratou de forma carinhosa. Ela recebeu uma ligação de uma amiga que a convidou para se encontrarem mais tarde, ela então aceitou, o que deixou um dos autores com raiva e então desencadeou em uma discussão”,  disse.

Conforme a delegada, Marialdo começou a agredir a vítima e então Wanessa chegou ao beco e passou a estaquear a vítima. “Wanessa chegou esfaqueando e depois deu a faca para o Marialdo estaquear também. Tinha horas que um esfaqueava e o outro agredia fisicamente”, detalhou a delegada.

A vítima sobreviveu após ficar uma semana internada. Depois disso, ela foi até a delegacia para esclarecer a relação que tinha com ambos e começaram as investigações.

A prisão

Wanessa foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva durante ação conjunta entre a DECCM e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Segundo o delegado Ivo Martins, titular da DEHS, Wanessa foi intimada a prestar depoimento na delegacia em torno do homicídio de Marialdo, que ocorreu no dia 14 de julho deste ano, no Novo Aleixo, o qual ainda está sendo investigado.

“Ela foi intimada para comparecer para nos ajudar com algumas informações, já que ela era companheira dele. Vimos que tinha um mandado de prisão no nome dela e de Marialdo, por este crime da tentativa de homicídio, e então demos o cumprimento ao mandado", disse.

Wanessa será encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDP), no Km 8 da rodovia federal BR-174.

Publicidade
Publicidade