Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
LATROCÍNIO

Polícia prende quarto suspeito de matar jovem de 17 anos durante assalto à casa em Manaus

Thalles Josafá foi morto com tiros nas costas após bandidos invadirem a casa da família, fazerem todos reféns e fugirem levando celulares e moto



f6f22a76-9fa3-4c2d-af14-b8a6b05289f0_675E1471-AA26-4AE6-9E59-5E93CB9B15B4.jpg Foto: Jander Robson
04/10/2018 às 11:41

Rodrigo Pimentel Aquino, de 24 anos, foi preso como suspeito de integrar a quadrilha responsável pelo assassinato do adolescente de 17 anos Thalles Josafá da Silva Furtado, morto com tiros nas costas durante um assalto à casa dele na manhã do dia 8 de agosto deste ano. O latrocínio aconteceu no bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte. Na ocasião, a família também foi feita refém.

Segundo a Polícia Civil, na manhã do crime quatro homens armados invadiram a residência e fizeram todos reféns. Eles agrediram a família e procuraram por um cofre, mas não havia dinheiro. Depois, os bandidos fugiram numa moto da família, uma modelo XRE, levando celulares.



Após a fuga, conforme o delegado Orlando Amaral, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o pai e o adolescente Thalles entraram noutro veículo deles e perseguiram os bandidos no bairro. Em certo momento, os assaltantes entraram numa rua sem saída e, enrascados, responderam atirando contra Thalles, que morreu dias depois em um hospital da cidade.


Thalles Josafá. Foto: Acervo pessoal

Rodrigo foi preso na cidade de Santarém, no Pará, para onde havia fugido. Policiais civis do Pará cumpriram o mandado de prisão de Rodrigo no dia 4 de setembro e depois o transferiram para Manaus.

Dos quatro suspeitos de cometerem o latrocínio contra o adolescente, além de Rodrigo também foram presos outros dois: César Augusto Araújo da Silva, 21, e Paulo Ricardo da Cruz Nascimento, 20, conhecido como “Dudu”, que já estão à disposição da Justiça.

O quatro suspeito, Dário Henrique Lima Lira, 20, foi encontrado morto com o pescoço degolado em junho deste ano em um canteiro de obras na Avenida das Flores, no bairro Cidade Nova. Dário era ex-funcionário do pai do adolescente Thalles e era apontado como facilitador do crime.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.