Publicidade
Manaus Hoje
ASSASSINATO

Preso por assaltar escola em Manaus matou sobrinho do narcotraficante ‘João Branco’

Matheus Siqueira, 21, foi capturado ontem após invadir e roubar uma escola no Educandos. Depois, a polícia verificou que ele havia matado “Neném” 23/02/2018 às 14:00 - Atualizado em 23/02/2018 às 14:02
Show c8de50b8 1d5c 4353 a63b de357bc03827
Foto: Divulgação
Conceição Melquíades Manaus (AM)

Preso na noite de ontem (22), em Manaus, após assaltar uma escola no bairro Educandos, Zona Sul, Matheus Siqueira Gomes, de 21 anos, foi apontado pela Polícia Civil como o assassino de Francisco Adelândio Marques Carioca, 34, o “Neném”, sobrinho do narcotraficante João Pinto Carioca, o “João Branco”, e morto em 12 de fevereiro deste ano.

Armado com um revólver calibre 38 e usando um uniforme da instituição da qual foi aluno no ano passado, Matheus invadiu a Escola Estadual Diana Pinheiro, no Educandos, junto do comparsa, Cleiton Leal de Alencar, 20, os dois entraram nas salas e roubaram celulares de alunos e professores. Na saída, eles ainda levaram o carro de um professor.

Depois do crime, eles fugiram, mas abandonaram o carro do professor e roubaram outro veículo com intuito de despistar a polícia. Porém, os policiais da Secretaria de Segurança Pública (SSP) conseguiram capturar os dois e, na delegacia, reconheceram Matheus como suspeito de assassinar “Neném”, sobrinho do “João Branco”.

Ao ter as informações pessoais cruzadas com o banco de dados da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e depois de ser confrontado, Matheus confessou ter matado “Neném”. Ele alegou ter assassinado a vítima “para não morrer”, pois estava jurado de morte. Preso em flagrante pelo roubo, ele Matheus também acabou indiciado pelo homicídio.

Publicidade
Publicidade