Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
ASSASSINATO

Homem é preso por matar membro de facção que desobedeceu ordens em Manaus

Segundo a polícia, Sylvan Syzzer, de 20 anos, foi morto dentro de um quarto de motel em fevereiro deste ano por contrariar um grupo nomeado de “Trem Bala”



a2965edd-205d-4f8a-9d34-5604a1cd6e44_BAC41087-2350-4B7F-A8F7-0FDB610CC5DF.jpg Foto: Jander Robson
03/10/2018 às 10:40

Adriano Augusto Teixeira da Silva, de 23 anos, foi preso suspeito de participar do assassinato de Silvan Syzzer da Silva Martins, 20, executado com nove tiros em fevereiro deste ano dentro de um quarto de motel na Zona Leste da cidade. A prisão dele aconteceu no último domingo (30) em um lanchonete no bairro São José, após investigações da Polícia Civil.

A motivação para o crime seria a desobediência de Sylvan dentro de um grupo criminoso nomeado de “Trem Bala” e o envolvimento dele com o tráfico de drogas. A vítima foi atraída até o quarto do motel por uma adolescente de 17 anos através de mensagens trocadas numa rede social.



Segundo o delegado Orlando Amaral, titular da Delegacia Especializada DE Homicídios e Sequestros (DEHS), quando Sylvan chegou ao motel, a adolescente avisou a Adriano, que junto com mais dois comparsas foram até o local e o mataram com nove tiros. Entre os outros envolvidos no crime, Igor Augusto Varjão Batista já foi preso e outro ainda está sendo investigado.

A adolescente de 17 anos foi detida e confirmou em depoimento a participação no crime. O delegado Orlando Amaral afirmou ainda que em 2017 Sylvan a teria sofrido um atentado cometido pelo mesmo grupo. Na ocasião, a vítima havia sido alvejada com três tiros.

Agora, Adriano foi indiciado por homicídio qualificado. Ele deverá ser conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no Km 8 da rodovia federal BR-174, zona rural de Manaus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.