Domingo, 05 de Julho de 2020
FORAGIDO

Procurado por estuprar a filha continua como servidor ativo da Prefeitura de Tefé

O funcionário público, de 38 anos, é considerado foragido da Justiça do Amazonas suspeito de estuprar a própria filha de apenas 10 meses. No entanto, ele continua na lista de servidores ativos do município



TEF__EA5F5E77-D6B2-406B-ADE6-E449714DEEF3.jpg Foto: Reprodução/Edu Coelho
10/02/2020 às 15:58

O funcionário público, de 38 anos, suspeito de estuprar a própria filha de dez meses, em outubro do ano passado, apesar ser considerado foragido da Justiça do Amazonas, permanece no cadastro de servidores ativos do município de Tefé (distante 522 quilômetros de Manaus), local onde aconteceu o crime. A informação foi confirmada pelo Portal da Transparência do Município.

O crime, de acordo com documento expedido pelo juiz da comarca do município, ocorreu no dia 1 de outubro do ano passado, momento em que a mãe da criança verificou marcas avermelhadas e sangue nas partes íntimas do bebê. Conforme solicitado pela autoridade policial, o exame de conjunção carnal foi realizado e atestou manipulação no órgão genital da criança. Desde que o mandado de prisão preventiva foi assinado, o suspeito continua foragido.



De acordo com o procurador-geral do município de Tefé, dr. Emer de Senna Gomes, o acusado não comparece ao local de trabalho há meses e, por estar com faltas, está com o pagamento suspenso e passará por um processo administrativo interno, tendo em vista o cargo de servidor efetivo.

No entanto, segundo o Portal da Transferência do Município, o homem, que possui o cargo de confiança como diretor de área, permanece na lista de servidores ativos do município, com salário de R$ 2,4 mil. Não há informações sobre as últimas remunerações dos servidores no site. Ainda segundo o documento, ele foi exonerado do cargo de diretor-presidente no início do ano passado.

Em boletim de ocorrência, registrado na Delegacia Especializada de Polícia Civil de Tefé, ainda no ano passado, o suspeito também foi denunciado por ter abusado de uma adolescente de 12 anos.

Em nota, a prefeitura de Tefé, ainda por meio do procurador, disse que "quanto ao crime que o mesmo é acusado, a prefeitura não se manifestou, considerando que tal fato não ocorreu nas dependências da prefeitura, tampouco durante o exercício da sua atividade funcional. Todavia, espera que o Poder Judiciário proceda às devidas e necessárias investigações", justificou.

News fe58c969 f689 427d bdc3 fb9389c2f509 adee0aa5 fa35 42f7 850c 32125f8d473c
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.