Publicidade
Manaus Hoje
QUADRILHA

Quadrilha é presa após matar vigilante de empresa de transporte de cargas no Distrito

Segundo a Polícia Civil, eles planejavam roubar uma carga avaliada em R$ 400 mil. Um funcionário da empresa teria repassado informações ao bando 20/04/2018 às 14:02
Show 374c3f6a 11f0 4c33 9a7b 6304b44d6b2b
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

Uma quadrilha que cometia roubos foi presa na madrugada dessa sexta-feira (20) em Manaus após cometerem um latrocínio numa empresa de transportes de cargas e vigilância de patrimônio no bairro Distrito Industrial, Zona Sul. Na ocasião, o vigilante Charles Frank Silva, 46, foi alvejado com um tiro na cabeça e veio a óbito. A quadrilha planejava roubar uma carga avaliada em R$ 400 mil.

Os integrantes presos são Mateus Trindade Sales, 21, Rainel Farias Nunes, 39, Tassio Farias da Silva, 23 e Raimundo Freires da Silva Souza, 33, conhecido como “Curica”, e mais um adolescente de 17 anos apreendido. Segundo a Polícia Civil, um funcionário da empresa, identificado como Wellington Pandora Ramos, 34, teria passado as informações da carga para Mateus. Wellington também foi preso.


Wellington (Foto: Jander Robson)

O grupo foi preso também na madrugada, após os policiais receberem uma denúncia pelo Serviço de Inteligência de que o bando cometeria o delito. Na ocorrência, eles teriam chegado à empresa de transportes e vigilância usando um veículo modelo Strada, outro carro de modelo Gol e um caminhão baú que tinha sido roubado no bairro Praça 14, Zona Sul. Porém, eles foram recebidos pelo vigilante Charles, que reagiu ao assalto.

Segundo a Polícia Civil, Rainel efetuou um disparo de arma de fogo contra a vítima, que foi socorrida e levada ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, mas não resistiu e veio a óbito. Os suspeitos fugiram do local, mas horas depois a polícia conseguiu prendê-los na avenida Tefé, Zona Sul.


Foto: Jander Robson

Conforme o delegado Adriano Félix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), a quadrilha também estava sendo investigada por um roubo ocorrido em abril deste ano em um caixa eletrônico no Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro.

O adolescente foi apreendido e conduzido à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). O restante dos suspeitos foi autuado em flagrante por latrocínio, associação criminosa e corrupção de menores. Ao término dos procedimentos, os aduiltos serão encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch.

Publicidade
Publicidade