Sexta-feira, 05 de Março de 2021
Polícia

Quadrilha mantinha empresário em cárcere privado; PMs são presos

Vítima foi resgatada na manhã desta quarta-feira (16), por investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Dois suspeitos são policiais militares



131917605_10224773710234629_8376218361246622117_o_6EBD0AB5-4DBD-47BD-ABA0-33CDB28970F2.jpg Foto: Josemar Antunes
16/12/2020 às 16:55

Cinco homens foram presos, entre eles, dois policiais militares, suspeitos de sequestrar e extorquir um empresário na noite dessa terça-feira (15), no bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus. A vítima foi resgatada na manhã desta quarta-feira (16), por investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), com apoio do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

Segundo informações das equipes policiais envolvidas na ação, o empresário estava em cárcere privado em uma vila de apartamentos, na rua Egito, na comunidade Parque das Nações, no bairro Flores, na Zona Centro-Sul da capital. No local, foram presos cinco pessoas, responsáveis pelo cativeiro. Outros três suspeitos conseguiram fugir.



Durante os procedimentos, as equipes encontraram uniformes da Polícia Civil, balaclava, chip de celular e um carro modelo Chevrolet/Cruze, de cor vermelha, de placa PHN-1935, com sinal sonoro e que foi usado no sequestro.

Os detidos chegaram na tarde desta quarta-feira, escoltados por policiais civis, para prestar esclarecimentos na DEHS. Eles não tiveram até o momento os nomes revelados. Todos serão flagranteados pelo crime de extorsão mediante a sequestro. A vítima também compareceu na especializada para prestar depoimento.

News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.