Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Quarteto é preso pela morte de empresário em loja de materiais de construção

Crime ocorreu no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte. Homem foi alvejado a tiros e morreu em hospital. Segundo a polícia, dois suspeitos já teriam trabalhado com a vítima 10/10/2016 às 12:10
Show quarteto
Suspeitos foram presos e responderão por latrocínio (Foto: Joana Queiroz)
acrítica.com Manaus (AM)

Um quarteto foi preso pela Polícia Civil suspeitos da morte do empresário Ildemy Barbosa Santos, 51. O caso ocorreu no dia 17 de julho deste ano, em uma loja de materiais de construção localizada no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. Segundo a polícia, dois suspeitos do crime já teriam trabalhado com a vítima.

Os suspeitos foram identificados como Fábio Júnior Lima de Lima, 25, Gelsiane Souza da Silva, 19, Dayvison Leite da Silva, 22, e Maria Rita Miguel Glória, 31. Os suspeitos foram presos na última sexta-feira (7) e apresentados nesta segunda-feira (10) pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

De acordo com o delegado titular, Adriano Félix, a ação ocorreu por volta das 13h30. Ildemy encontrava-se na loja quando foi abordado por Fábio e outro indivíduo, que ainda não foi identificado. Ao anunciarem o assalto, a vítima teria corrido em direção ao escritório, momento que foi alvejado com disparos de arma de fogo. Os tiros atingiram o peito e a cabeça da vítima.

Segundo Félix, Dayvison e Maria Rita teriam fornecido informações sobre o local aos atiradores pois já teriam trabalhado no estabelecimento.

Ildemy foi socorrido e levado ao Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, na avenida Torquato Tapajós, porém não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar.

O quarteto foi indiciado por latrocínio. Fábio e Dayvison serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, e Gelsiane e Maria Rita ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF).

Publicidade
Publicidade