Sábado, 17 de Agosto de 2019
DE VOLTA

Senhora de 56 anos volta para a cadeia um mês após ser presa por tráfico

Maria da Silva, conhecida como 'vovó do pó', já foi presa outras duas vezes pelo mesmo crime. Segundo ela, caso ganhe a liberdade novamente e não consiga emprego, vai voltar a traficar



Capturar_60302617-318D-4638-8F54-DAFA8BC1ECA4.JPG Foto: Divulgação
01/08/2019 às 20:12

Maria das Graças Rodrigues da Silva, 56 anos, foi presa na manhã dessa quinta-feira (1), na sua própria casa, localizada na rua Cabi, João Paulo 2, Zona Leste de Manaus, acusada de tráfico de drogas. A suspeita já havia sido presa, no dia 25 de junho, pelo mesmo motivo. Conforme Maria, que usa uma tornozeleira eletrônica, ela voltou a cometer o crime um mês e sete dias após ter sido presa, devido não conseguir encontrar um emprego.

Segundo o Delegado Jander Mafra, Titular do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a equipe recebeu denúncias que Maria estaria vendendo drogas no mesmo lugar que havia sido presa mês passado. Ao se deslocar até o local, a equipe de policias encontrou a suspeita com drogas.

“Ao chegarmos no local indicado, constatamos que a mulher estava vendendo drogas na residência dela. Durante buscas no imóvel, encontramos 12 trouxinhas de maconha do tipo skunk, quatro kits de pasta base de cocaína e oxi, além de R$ 34 em espécie, provenientes da prática ilícita. Ela recebeu voz de prisão e nós a conduzimos à delegacia, onde foram realizados os procedimentos cabíveis”, explicou Mafra.

Reincidência

Marias das Graças foi presa pela terceira vez pelo mesmo crime. Em 2016, ela foi presa na sua residência por tráfico de drogas e um adolescente foi apreendido. Com eles foi encontrado 60 porções médias de oxi, 30 porções médias de cocaína e 86 porções médias de maconha do tipo skunk. 

Na audiência de custódia foi decidido que ela iria responder em liberdade Já em 2019. No dia 25 de junho, ela foi presa novamente por tráfico de drogas. Na cozinha da casa dela, a polícia encontrou quatro porções pequenas e uma média de cocaína, uma porção de maconha e 6 kits contendo cocaína e crack. Dessa vez, na audiência de custódia, foi determinado que ela fosse responder em liberdade, mas teria que usar uma tornozeleira eletrônica para monitoramento.

Desta vez, a mulher foi autuada novamente por tráfico de drogas. Foi encaminhada para 6º DIP,para os procedimentos legais e depois foi levada para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul de Manaus. Lá vai ser definida se ela vai continuar respondendo em liberdade, e como ela mesma disse, caso não arrume um trabalho, vai voltar ao crime ou se vai ser encaminhada para algum presídio da cidade.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.