Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Hospital

Serigrafista morre de AVC em hospital 12 dias após ser agredido pelo sobrinho

Segundo a polícia, que passou a investigar o caso, o homem foi agredido na cabeça com um pedaço de madeira no dia 21 de maio, após discussão entre ele e o sobrinho



16fbdfae-5178-47a5-b7fa-cd1af22eebef.jpg (Foto: Acervo pessoal)
03/06/2016 às 11:17

O serigrafista Alcides Araújo Sarmentento, de 44 anos, morreu no final da tarde de ontem, quinta-feira (2), em Manaus, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), 12 dias depois de ser agredido com um pedaço de madeira.

Segundo a Polícia Civil, que passou a investigar o caso, o homem foi agredido pelo sobrinho dele, de nome não identificado, no dia 21 de maio, após uma discussão entre os dois. O sobrinho, que não foi localizado ainda, deu golpes com pedaço de madeira na cabeça do tio.

Depois da agressão física, Alcides foi socorrido e levado para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, onde ficou internado por 10 dias, até a última terça (31), quando recebeu alta médica. Porém, ontem, quinta (2), dois dias após ser liberado, sofreu um AVC. Os médicos constataram que a morte foi em decorrência da agressão.

“Nossa família está abalada. Não sabemos o que ‘resultou’ a confusão. O nosso sobrinho sumiu”, disse a irmã da vítima, uma costureira de 47 anos, que pediu para não ter o nome revelado.

A Polícia Civil já começou a investigar o caso, que está registrado no 25° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.