Publicidade
Manaus Hoje
av. Grande Circular

Servente morre baleado em assalto mesmo após dar celular para criminoso

Lucas Espírito Santo de Oliveira, 20, estava em uma parada de ônibus com um amigo quando os dois foram abordados por um assaltante 09/10/2016 às 14:50 - Atualizado em 09/10/2016 às 15:22
Show 990098
Segundo testemunhas, a vítima fatal e o amigo correram do assaltante (Gilson Melo/Freelancer)
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Mesmo após ter dado o próprio celular para um criminoso durante um assalto, o servente Lucas Espírito Santo de Oliveira, de 20 anos, foi baleado com um tiro no peito e morreu, ontem, sábado (8), em Manaus. A vítima ainda foi levada para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, mas não resistiu.

A tentativa de assalto e a morte ocorreram enquanto o servente estava em uma parada de ônibus na av. Grande Circular, comunidade Aliança com Deus, Zona Norte. Segundo informações da Polícia Civil, o rapaz aguardava o transporte coletivo para poder ir até o trabalho. Ele estava na companhia de um amigo, que teve a identidade preservada.

Conforme relatos repassados para a Polícia Civil, um homem não identificado sobre uma motocicleta, de características não repassadas, se aproximou dos dois rapazes na parada de ônibus. Com medo da ação do assaltante, os dois correram para escapar.

Populares ressaltaram que o criminoso chegou a gritar para que os dois não corressem e que iria atirar contra eles. De acordo com a polícia, o servente Lucas, nervoso, teria jogado o celular dele para o assaltante, que ainda assim deu um tiro fatal na vítima.

Após ter tirado a vida do servente, o assaltante fugiu e deixou o celular do jovem jogado no meio da rua. Mesmo o objeto do roubo não tendo sido levado pelo criminoso, o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

Publicidade
Publicidade