Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Crime passional

Soldado da PM é preso por matar homem a tiros em Manaus a mando da amante

A namorada da vítima tinha um caso com o PM e teria armado a emboscada contra o companheiro após o mesmo descobrir a traição



unnamed__1_.jpg Crime ocorreu no dia 14 de dezembro deste ano, por motivação passional, segundo a polícia (Foto: Divulgação)
19/12/2016 às 17:14

O soldado da Polícia Militar Denisson Queiroz de Souza, de 26 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (19), em Manaus, por policiais civis do 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), em cumprimento a mandado de prisão pelo homicídio de Lucas dos Santos, 21, crime ocorrido no dia 14 de dezembro deste ano, por motivação passional, segundo a polícia.

Denisson foi interceptado em via pública, na av. Noel Nutels, Cidade Nova, Zona Norte, após denúncia anônima. Segundo o delegado Jeff Mac Donald, titular do 6° DIP, a namorada da vítima, Adriane Santos Vitor, tinha um caso com o soldado Denisson e teria armado a emboscada contra Lucas, após o mesmo descobrir a traição. Adriane continua foragida e o PM foi conduzido para o Batalhão de Guardas da PM.

No crime, a vítima foi a óbito após ser atingida por um disparo de arma de fogo efetuado pelo soldado da PM Denisson. O crime aconteceu em frente à residência de Lucas. “Tudo indica que Adriane e Denisson armaram uma emboscada para Lucas. Os infratores chegaram ao local do crime a bordo de um carro modelo Gol, de cor vermelha. Ela (Adriane) está desaparecida desde o dia do delito e, de acordo com o autor do disparo, a jovem estava no veículo juntamente com ele e outro comparsa”, explicou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, Denisson afirmou em depoimento que o crime foi planejado após uma briga ocorrida no dia anterior ao homicídio, dia 13 de dezembro, quando Lucas descobriu a traição. “Denisson afirmou, em depoimento, que o delito foi planejado após uma briga na noite do dia 13 deste mês, ocasião em que Lucas teria descoberto que Adriane estaria se relacionando com outro homem”, explicou o delegado.

Denisson estava lotado na 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Ele foi indiciado por homicídio e, ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, deverá ser encaminhado ao Núcleo Prisional Militar (NPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de impresa

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.