Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019
CAPTURADO

Suspeito de assassinar homem por dívida de R$ 50 do pai é preso em Manaus

Johnatan Guedes, 20, executou à pauladas e tijoladas Ed Wilson Leal, 34, e ainda deu um tiro na cabeça do pai da vítima, Edmilson Leal, 60, após ele não ter pago 50 reais que devia aos traficantes da área. Crime aconteceu em junho de 2018



6da21e18-f72a-4189-9408-6157f44574b7__2__5CC7DED0-AF97-4F3D-9034-095CA17A56DD.jpg Foto: Jair Araújo
25/11/2019 às 15:41

Johnatan dos Santos Guedes, 20, foi preso na manhã desta segunda-feira (25), suspeito pelo assassinato de Ed Wilson de Miranda Leal, 34, conhecido como “Noca”, e de ter tentado matar o pai da vítima, Edmilson de Souza Leal, 60 anos. O crime aconteceu em junho de 2018, na rua Êxodo, bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. A prisão do suspeito foi efetuada por policiais civis do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo o delegado Bruno Fraga, o crime teria sido motivado por uma dívida de R$ 50  que o pai da vítima tinha com traficantes da área, quando dois homens foram cobrar a dívida. Como Edmilson não tinha o dinheiro, foi atingido com um tiro na cabeça.



A dupla achou que Edmilson havia morrido e foi atrás do seu filho cobrar a dívida. Ed Wilson foi localizado e não realizou o pagamento. A dupla então o espancou até a morte com um pedaço de madeira e com um tijolo, com golpes na cabeça. Os objetos utilizados na execução foram encontrados na cena do crime ainda sujos com o sangue da vítima.

Policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comuniária (Cicom) que atenderam a ocorrência no dia do crime relataram afirmações de moradores do local de que Ed Wilson não tinha envolvimento com o tráfico de drogas e que consumia apenas bebidas alcoólicas.

A polícia conseguiu identificar os suspeitos e pediu o mandado de prisão de ambos há cerca de sete meses. Johnatan já era condenado pelo crime de roubo e estava em liberdade provisória, mas não era encontrado pela polícia em nenhum dos endereços que ele havia informado à Justiça. A reportagem do Portal A Crítica apurou que o suspeito chegou a ir ao fórum Henoch Reis quatro vezes assinar os papeis da liberdade provisória, mas a polícia não foi informada.

Na manhã desta segunda-feira (25), os policiais descobriram que Johnatan iria colocar a tornozeleira eletrônica e estava no bairro da Cachoeirinha. Os policiais foram ao local e conseguiram efetuar sua prisão.

Johnatan foi então levado ao 26º DIP para procedimentos legai, de onde deve ser encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Dessa vez, vai responder por homicídio qualificado e tentativa de homicídio, além do crime que já respondia por roubo.

A polícia ainda procura pelo outro autor do crime, Marcelino da Silva Monteiro.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.