Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020
FEMINICÍDIO

Suspeito de matar e enterrar companheira em quintal se entrega à polícia

Anderson de Souza, 33, relatou que a vítima Maria Yolanda, 43, não o deixava trabalhar e que era obrigado a ficar em casa cuidando dos filhos



show_vitima_B0A16B2A-B60A-45FE-9B76-D5F16AF23B84.jpg Foto: Arquivo AC
08/01/2020 às 14:02

Anderson Guimarães de Souza, 33, se entregou à polícia na tarde dessa terça-feira (7). Ele é suspeito de feminicídio contra sua companheira, a vendedora ambulante Maria Yolanda Humberto Avelino, 43, no dia 17 de dezembro do ano passado. Após o assassinato, ele enterrou o corpo da vítima no quintal de casa. Anderson foi indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver.

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o casal tinha um relacionamento conturbado. Anderson contou em depoimento que não gostava que sua companheira consumisse bebidas alcoólicas. Ele relatou que ela não o deixava trabalhar e que era obrigado a ficar em casa cuidando dos filhos. 



Segundo o depoimento do suspeito, dias antes do corpo ser encontrado, o casal teve uma briga e Maria Yolanda teria agredido Anderson. Ele não gostou da atitude e teria dado um golpe "mata-leão" enforcando a vítima que morreu asfixiada. Anderson enterrou a sua companheira no quintal de casa. 

As investigações começaram quando Anderson foi até a Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops) comunicar o desaparecimento de Maria Yolanda. Ele contou que ela havia saído para trabalhar no Centro da cidade, mas não retornou.

Amigas da vítima comunicaram que a mulher não ia trabalhar há alguns dias. Uma filha de Maria Yolanda estranhou que o quintal estava diferente e desconfiou que a mãe estava enterrada no local. Ela foi até a DEHS e contou à polícia. No dia 17 de dezembro, o corpo foi encontrado.

A polícia continuou investigando o caso e Anderson foi apontado como o principal suspeito. Como não foi encontrado pela polícia, as autoridades solicitaram o mandado de prisão em nome de Anderson. O mandado foi expedido no dia 19 de dezembro do ano passado. 

Na DEHS Anderson confessou o crime, mas que não tinha intenção de matar a companheira. Anderson vai passar nesta quarta-feira (8) por uma audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.