Publicidade
Manaus Hoje
HOMICÍDIOS

Suspeito de seis homicídios em Manaus, ‘Chico Rato’ é preso pela Polícia Civil

Ele confessou os crimes, entre eles o assassinato de dois irmãos no Tancredo Neves. Ele também é apontado por ligação com o narcotraficante “João Branco” 02/03/2018 às 12:11 - Atualizado em 02/03/2018 às 12:14
Show aebc88ea f0f0 4b15 be20 800d2505280c
Foto: Jander Robson
Conceição Melquiades Manaus (AM)

Suspeito de ter cometido ao menos seis homicídios em Manaus, Douglas Conceição de Souza, 25, o “Chico Rato”, foi apresentado pela Polícia Civil durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (2). Ele foi preso em cumprimento de mandado de prisão na última terça (27) pela autoria de um duplo homicídio em dezembro de 2017, no bairro Tancredo Neves, Zona Leste da cidade. 

De acordo com o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), “Chico Rato” matou os dois irmãos Isaias dos Santos Rabelo, 39, e Hilmes de Souza Rabelo Filho, 44. As vítimas foram mortas a tiros no dia 4 de dezembro de 2017, na rua Fábio Lucena, no Tancredo Neves.


Foto: Jander Robson

Conforme Valério, Douglas e outros três homens, ainda não identificados pela polícia, invadiram a casa das vítimas e atiraram. Outras duas pessoas também ficaram feridas. Segundo o delegado, “Chico Rato” também é ligado ao narcotraficante João Pinto Carioca, o “João Branco”.

Também investigado pela autoria de outros quatro homicídios na Zona Leste, Douglas confessou os crimes. Ele foi indiciado pelo duplo homicídio, mas também vai responder pelos outros quatro que ainda estão sobre investigação. Após a apresentação, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM)

Publicidade
Publicidade