Publicidade
Manaus Hoje
PRESO

Suspeito de tentar incendiar ônibus tem prisão preventiva decretada

A Seap informou que o homem será encaminhado para o Central de Recebimento e Triagem (CRT), e depois seguirá para uma unidade de detenção. 24/02/2017 às 20:03
Show suspeito
(Foto: Winnetou Almeida)
acritica.com Manaus (AM)

Wilson Soares da Silva, suspeito de tentar incendiar um ônibus da linha 450, teve a prisão preventiva decretada durante Audiência de Custódia no Tribunal de Justiça (TJ-AM), na tarde desta sexta-feira (24).Segundo o TJ, apenas a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) pode informar para qual unidade prisional  Wilson será encaminhado.

Por sua vez, a assessoria de comunicação da Seap informou que o homem será encaminhado para o Central de Recebimento e Triagem (CRT), e depois seguirá para uma unidade de detenção.

O homem disse à polícia que é funcionário do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Segundo o delegado do 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Danilo Bacarin Silva, o homem sustentou durante todo o interrogatório que tentou incendiar o coletivo porque estava revoltado com o aumento da tarifa, que a partir deste sábado (25) será de R$ 3,80."Ele disse que o motivo era o aumento da passagem", disse o delegado, que tentou informou que o caso foi encaminhado para o 17° DIP.

O delegado contou também que Wilson disse ser funcionário do Sinetram, mas que a informação ainda não foi confirmada. Para o delegado, não há indícios de que a tentativa de incêndio tenha ligação com o outro incêndio de coletivo ocorrido no bairro Galiléia, na Zona Norte, na noite de ontem, quando dois homens em uma moto incendiaram um ônibus da linha 500, da empresa Eucatur.

 

Publicidade
Publicidade