Domingo, 18 de Agosto de 2019
ZONA CENTRO-OESTE

Suspeito de trocar tiros com investigador em SPA da Redenção é preso

Gabriel Silva dos Santos, 22, foi localizado em um beco localizado na Redenção. Ele foi preso por tráfico de drogas



preso_27A49006-DDF5-4A27-845F-B017A56C75E0.JPG Foto: Divulgação
01/03/2019 às 20:41

Um homem de 22 anos foi preso, sexta-feira (01°), por tráfico de drogas e por ser também suspeito de participação no tiroteio contra um investigador da Polícia Civil no estacionamento do Serviço de Pronto Atendimento do bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Gabriel Silva dos Santos, conhecido como “Gabrielzinho”, foi localizado em preso no Beco São Francisco, no mesmo bairro. De acordo com o delegado Carlos Augusto Monteiro, titular do 17º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a equipe da unidade policial chegou ao suspeito após investigação.

Segundo o delegado, uma testemunha afirmou e reconheceu Gabriel como um dos envolvidos na troca de tiros com o policial civil. A testemunha revelou a possível localização dele e, após checagem, a equipe do 17º DIP foi ao beco e se deparou com um grupo de homens que correu após a chegada da polícia.

“Uns rapazes correram e o Gabriel também, mas ele entrou em um bar que não tinha saída, então o pegamos. Depois conversamos com ele, que acabou nos levando até sua residência, onde foram achadas algumas porções de drogas escondidas debaixo de umas roupas no quarto dele”, explicou o titular do 17º DIP.

Ainda de acordo com o delegado, “Gabriel justificou que guardava a droga para outras pessoas, mas testemunhas afirmaram que ele é as vendia ali nas proximidades, inclusive no beco onde conseguimos prendê-lo”, explicou e acrescentou que Gabriel foi reconhecido como um dos suspeitos no tiroteio.

A reportagem conversou com o investigador e o mesmo revelou que a intenção do grupo criminoso era simular um arrastão para tentar executar um homem dentro do SPA. Segundo o delegado, Gabriel negou ter envolvimento no caso e diz que não teve conhecimento da situação.

“Ele nega o crime, diz que não sabia e nem estava no local, mas uma pessoa o reconhece como um dos participantes, inclusive ele já responde por homicídio e estava solto desde dezembro”, finalizou.

Gabriel deve ser encaminhado para uma audiência de custódia, onde ficará à disposição da Justiça.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.