Sábado, 24 de Julho de 2021
Prisão de suspeitos

Suspeitos de envolvimento em morte de criança de 8 anos são presos

A pequena Lohanny morreu com dois tiros enquanto estava dentro de casa, no último domingo



Sem_t_tulo_BA6F76E6-06AA-4935-9D9E-19C07AC0B01D.jpg Foto: Arquivo da família
16/03/2021 às 12:26

Jordan dos Santos Vaz, 21, Wilhames Felipe Teixeira de Souza, 28, e Emerson Leão Gonçalez, 21, foram presos, suspeitos participarem de um assalto que resultou na morte da estudante Lohanny Remigio Nascimento, de 8 anos. A prisão ocorreu na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), situada no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus.

Um dos suspeitos foi preso na tarde de segunda-feira (15) e outros dois se apresentaram na DEHS na manhã de hoje, segundo o delegado Charles Araújo, titular da unidade policial.



As equipes policiais  conseguiram confirmar, que, no dia da morte de Lohanny, houve um assalto frustado, conforme a delegada Marília Campello, da DEHS.

De acordo com Campello, na ocasião do crime, dois dos suspeitos tentaram realizar um roubo no local. Um deles foi detido pela população e outro fugiu. O indivíduo que empreendeu fuga retornou com outro homem, armado com uma arma de fogo. Ele disparou na localidade. Os tiros acertaram o padrasto de Lohanny, Rubens Cardoso de Souza, de 25 anos.


Foto: Josemar Antunes

Morte de “Pipoca”

Há a suspeita de que os três presos estejam envolvidos na morte de Andrew dos Santos de Souza, 25, conhecido como “Pipoca”, que foi morto com pelo menos sete tiros na rua Arenito, situada no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus.

Um bilhete foi deixado junto ao corpo, com a frase: “morri porque matei uma criança de oito anos”, conforme o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

“Pipoca” mora nas proximidades do local do crime e onde os presos residiam, de acordo com Araújo. “Esse homicídio pode ter sido uma ‘cortina de fumaça’ para incriminar uma terceira pessoa sobre o crime. Pode ser que ele [Andrew] tenha participação [no roubo], mas essa é a menor possibilidade até o momento”, disse.

Moto roubada

Ainda de acordo com Campello, um motocicleta utilizada no crime foi emprestada a um dos criminosos por um amigo dos suspeitos. “Quando deu tudo errado para eles, o dono da motocicleta foi informado. Foi solicitado pelos suspeitos que ele fizesse um Boletim de Ocorrência (BO) de roubo a respeito da motocicleta para dificultar as investigações”, afirmou Campello.

Segundo a delegada, foram cometidos os crimes de: homicídio qualificado consumado e tentado, roubo majorado tentado e falsa  comunicação de crime. O Inquérito Policial (IP) ainda não foi encerrado e as investigações continuam. Jordan, Wilhames e Emerson permanecerão presos em prisão preventiva.

Entenda o caso

No último domingo (14), Lohanny morreu após ser atingida com dois tiros dentro de casa, localizada na rua Turmalinas, na comunidade Nova Floresta, no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste da cidade.

O padrasto da criança foi socorrido e levado para uma unidade hospitalar da região.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.