Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
ASSASSINATO

Taxista é preso em Manaus por matar ex-companheira e jogá-la em bueiro

Em depoimento, Daniel Gomes do Carmo, 38, disse que estava sendo ameaçado por Josenilde Rodrigues Marinho



mulher_morta_bueiro.JPG Daniel Gomes do Carmo. Foto: Evandro Seixas
30/08/2017 às 16:45

O taxista Daniel Gomes do Carmo, 38, procurado pelo homicídio da ex-companheira Josenilde Rodrigues Marinho, 24, em Iranduba, foi preso na tarde desta quarta-feira (30) em um shopping de Manaus, na Zona Centro-Sul. O crime ocorreu no dia 26 de julho deste ano e, na ocasião, a vítima foi morta e jogada em um bueiro.

Para a reportagem, Daniel alega que matou a ex-companheira porque era chantageado por ela. Segundo ele, ela exigia dinheiro e caso não recebesse iria entregá-lo à polícia, pois possuía medida protetiva. O taxista confessa o crime e se diz arrependido.



O delegado Bruno Fraga, titular da Delegacia Especializada em Captura e Polinter, informou que Daniel usou o fio de um carregador de celular para matar a ex-companheira por esganadura. Ele será autuado por feminicídio e deve ser encaminhado a um presídio da cidade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.