Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
VIOLÊNCIA SEXUAL

Taxista é preso por estuprar criança de 11 anos dentro de carro em Manaus

Segundo delegada, vítima denunciou o caso um ano após o crime, depois de tentar se suicidar por três vezes



DELEGADA_21D15952-6032-4CD0-85FD-E82497D5A84E.JPG
Foto: Jander Robson
17/04/2019 às 16:25

O taxista Rillir de Moraes Bastos, 45, foi preso nesta quarta-feira (17), por estupro de vulnerável cometido contra uma criança de 11 anos, em novembro de 2017, em via pública de Manaus. O local do crime não foi revelado por medidas de segurança em relação à vítima.

O crime aconteceu quando o taxista passava com seu veículo em via pública e avistou a jovem. Rillir a abordou, pediu informações e em seguida a arrastou para dentro do carro, onde  cometeu o crime. A vítima só revelou o caso após um ano, depois de tentar suicídio por três vezes.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), dos três suicídios tentados, um terminou com a jovem na Unidade de Terapia Intensiva. "Na UTI ela revelou o que havia acontecido, revelou o abuso e por conta dele ficou com muitos traumas", explicou.

Segundo a delegada, durante as investigações foi possível identificar Rillir, que ainda ameaçava a jovem de morte por mensagens de celular. "Ele, por meio de alguns contatos, conseguiu o número do telefone da vítima e passou a ameaçá-la" contou. O suspeito foi localizado em sua casa, no bairro Armando Mendes, na Zona Leste.

Em entrevista coletiva o taxista preferiu manter o silêncio e não respondeu a nenhum questionamento da imprensa. De acordo com a delegada titular da Depca, Rillir trabalhava normalmente como taxista até esta quarta-feira, quando foi preso por volta das 6h.

News f bio 1671 d7c3ddae a0d2 4da2 9b50 c136017d92da
Repórter de Polícia do Jornal Manaus Hoje

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.