Publicidade
Manaus Hoje
MANDADOS

Tio e sobrinho são presos em Manaus suspeitos de homicídio cometido há três anos

Vítima, que segundo a polícia ameaçou um dos suspeitos de morte, teve os olhos espetados e uma barra de ferro cravada na cabeça em 2015; outro suspeito é procurado 28/08/2018 às 12:49
Show whatsapp image 2018 08 28 at 12.21.53 8a1b93ff 8ec1 427a 93d8 e08c3ffb6348
(Foto: Jander Robson)
Larissa Golvin Manaus

O camelô Wanderson Moreira de Souza, 35, conhecido como 'Vando', e o sobrinho dele, Raiuleson Silva de Souza, 27, são suspeitos de terem matado, em 24 de outubro de 2015, Marwin Chrystian Aquino de Oliveira, que tinha 18 anos quando foi morto com um cano de metal cravado na cabeça, na Avenida Igarapé, no Centro de Manaus. A dupla foi capturada na semana passada através de cumprimento de mandado de prisão. 

De acordo com a Polícia Civil, na ocasião do crime, Vando e outros comparsas foram ameaçados de morte pela vítima por um motivo ainda desconhecido. Marwin teria abordado Wanderson com uma arma de fogo, mas a vítima foi desarmada e agredida pelo suspeito. Nessa hora, o sobrinho e mais um amigo de Vando chegaram e agrediram Marwin fisicamente, espetando os olhos dele e ainda colocando uma barra de ferro na cabeça do mesmo. 

Uma terceira pessoa está sendo identificada e é considerada foragida. Wanderson e Raiuleson foram indiciadas por homicídio qualificado. Os dois serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino.

Publicidade
Publicidade