Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
CRIME DA MALA

Traficante ordenou esquartejamento de morador de rua por badernas, diz delegado

Quatro envolvidos no crime foram presos próximo ao local onde a primeira mala foi encontrada. Uma mulher já foi liberada e responderá em liberdade



WhatsApp_Image_2016-09-14_at_10.49.06.jpeg 'Catita' (primeiro à esquerda) é traficante da área e ordenou o crime, de acordo com as investigações (Foto: Winnetou Almeida)
14/09/2016 às 11:05

Herison Ilemy da Silva, o "Jowjow", 22, Igor Vale de Miranda, 27, e Cristiano Rodrigues Ferreira, o "Catita", 29 anos, fazem parte do grupo criminoso que matou e esquartejou o morador de rua Elywelton Lima dos Santos, de 32 anos. "Catita" é apontado pelas investigações da Polícia Civil como líder do bando e traficante de drogas.

O trio foi preso em uma vila, localizada na avenida Álvaro Maia, próximo ao banco Itaú e a 800 metros de onde a primeira mala foi achada. Segundo o delegado Ivo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no total sete pessoas participaram do crime e cada um teve uma função.



Segundo Martins, o traficante e líder do tráfico na vila, Cristiano, o "Catita", ordenou a morte do morador de rua, pois o mesmo era baderneiro na área e criava muitas confusões na região. A vítima, relata o delegado, também chegou a intimidar o traficante e seus comparsas com uma faca. Conforme o delegado, o grupo já planejava há algum tempo matar a vítima. 

Uma mulher identificada como Marizete da Costa Alves, nora de "Catita", também foi presa. Ela foi indiciada apenas pelo crime de ocultação de cadáver e foi liberada para responder em liberdade, conforme previsão legal para esse tipo de crime. Os demais devem ser conduzidos para a cadeia pública.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.