Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Três são presos por homicídio de bolsista do Inpa e balear estudante da UEA

Crimes ocorreram em paradas de ônibus de Manaus. Além do trio, um adolescente de 17 anos foi apreendido também por participação nos crimes 19/10/2018 às 18:01 - Atualizado em 19/10/2018 às 18:14
Show quarteto 0ca9c0d9 6966 4c7b 839f c1446727f99c
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Daniel Gomes Santos, 19, Leonardo Gabriel Pedrosa de Aguiar, 19, e Thiago Rodrigues Soares, 23, foram presos por envolvimento em latrocínios (roubo seguido de morte) e roubos na capital. Entre eles do homicídio do bolsista do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) Jabson Franco da Costa, 34, ocorrido no dia 31 de julho deste ano, e também na tentativa de latrocínio de um universitário de 22 anos, ocorrido no último dia 10. Um adolescente de 17 anos foi apreendido também por participação nos crimes.

De acordo com o delegado Samir Freire, que está respondendo interinamente pela titularidade da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), o grupo está diretamente envolvido no latrocínio que teve como vítima Jabson e na tentativa de morte de um estudante da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) que foi atingido com disparos de arma de fogo e levado para uma unidade hospitalar na capital.

“Com a prisão de Mateus Mutimo Moraes, 21, envolvido na morte de Jabson, efetuada por policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) no dia 14 de setembro deste ano, no bairro Coroado, Zona Leste da capital, demos prosseguimento às investigações em torno de casos de latrocínios e roubos em paradas de ônibus. Com isso, foi possível identificar outros integrantes e apurar que essa quadrilha tem ligação tanto no latrocínio de Jabson, quanto na tentativa de latrocínio do universitário, assim como envolvimento em diversos outros delitos ocorridos em Manaus. Diante dos fatos, iniciamos as buscas por esses infratores”, explicou Freire.

A autoridade policial destacou que os policiais civis lotados na Derfd efetuaram as prisões de Thiago e Leonardo e apreenderam o menor infrator ao longo da tarde de quinta-feira (18), no bairro Coroado. Já Daniel foi localizado e preso na manhã desta sexta-feira (19), naquele mesmo bairro. No prédio da unidade policial, os infratores confessaram envolvimento nas ações criminosas. “Cada indivíduo tinha uma função dentro da organização criminosa. Leonardo era responsável por conseguir veículos para que Thiago e o adolescente conduzissem e, junto com Mateus e Daniel, abordavam as vítimas e executavam os delitos”, disse.

Thiago, Daniel e Leonardo foram autuados em flagrante por associação criminosa armada e corrupção de menores. Eles serão indiciados, ainda, por latrocínio e tentativa de latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfd, eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul da capital. O delegado Samir Freire ressaltou que um Inquérito Policial (IP) foi instaurado para apurar o envolvimento dos indivíduos em outros crimes.

O adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de associação criminosa armada. Em seguida será conduzido à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde serão adotadas as medidas cabíveis.

Publicidade
Publicidade