Segunda-feira, 06 de Abril de 2020
POLÍCIA

Trio de foragidos é preso e acusado de aterrorizar comunidades ribeirinhas

Um dos presos responde por homicídio qualificado; o outro tem passagem por roubo e é citado em inquérito de homicídio; e o último tem passagem por tráfico de drogas



trio_518B8798-1C1B-4EFE-BF2E-ADAFEAC66E76.JPG Foto: Divulgação
14/11/2018 às 20:03

Três foragidos da Justiça foram recapturados, nesta quarta-feira (14), suspeitos de aterrorizar comunidades ribeirinhas no município de Lábrea, município distante 702 quilômetros da capital amazonense. O trio foi detido na Operação Sucuri, deflagrada pela 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). 

Foram presos Francisco da silva Alves, 22, vulgo “Pipoca”, Samuel Gomes da Silva, 19, vulgo “Mucuim”, e Bruno Silva dos Santos, 19. “Recebemos várias denúncias de roubo, furto e homicídio praticados por foragidos da Justiça que estavam causando pânico nos moradores do município”, afirmou o comandante da 4ª CIPM, tenente Magnum Sullivan. 



De acordo com o tenente, “Pipoca” tem passagem pela polícia por homicídio qualificado, enquanto “Mucuim” tem passagem por roubo e é citado em um inquérito de homicídio. Já Bruno responde por tráfico, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores. Com eles, foram apreendidos um motor tipo rabeta e uma canoa. 

O trio foi flagranteado na 6ª Delegacia Interativa de Polícia Civil de Lábrea (DIPCL) pelos crimes de roubo, furto e homicídio de um homem de 26 anos no dia 22 de outubro. A Operação Sucuri começou no dia 13 e vai se estender até recapturar outros três foragidos, conhecidos como “De Manaus”, “Tita” e “Nego”. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.