Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
INTERIOR

Trio é detido suspeito de matar homem com quase 60 facadas durante assalto

Caso ocorreu no município de Eirunepé, na sexta-feira (22). Homem de 31 anos e dois adolescentes, de 16 e 17, confessaram o crime, segundo a polícia



WhatsApp_Image_2019-11-22_at_21.39.45__2__F33B2E8F-58A7-4B15-9D02-69A1F622564E.jpeg Foto: Divulgação/Polícia Civil
23/11/2019 às 13:08

Robson Ferreira Caralha, de 31 anos, e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, foram detidos no município de Eirunepé, distante 1.160 quilômetros em linha reta de Manaus. O trio é suspeito de participar do latrocínio – roubo seguido de morte – do vigilante Evandro Pereira da Silva, de 58 anos, morto com quase 60 facadas nesta semana.

De acordo com o investigador de polícia Gonzaga Júnior, as diligências em torno do caso tiveram início depois que a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) recebeu informações de que o vigilante havia sido vítima de latrocínio em uma escola situada na rua João Conrado, no bairro de Fátima.

A equipe policial se deslocou até o endereço, onde encontrou o corpo do homem com, aproximadamente, 57 facadas.



“Imediatamente iniciamos as diligências para localizarmos os autores do delito. Durante buscas, encontramos Robson, juntamente com dois adolescentes de 16 e 17 anos, que estavam em atitudes suspeitas nas proximidades do local do fato”, contou.

Os suspeitos foram conduzidos ao prédio da unidade policial, onde confessaram a autoria do crime em depoimento, segundo a Polícia Civil.

Robson foi autuado em flagrante por latrocínio e corrupção de menores. Já os adolescentes irão responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis, eles irão permanecer na carceragem da unidade policial, à disposição da Justiça.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.