Publicidade
Manaus Hoje
ZONA NORTE

Trio é preso após ex-criminoso pedir ajuda da Polícia Civil para não ser morto

Jovem de 21 anos chegou a ser alvejado e procurou a unidade policial para informar que passou a dever a quantia de R$ 800 para o líder do grupo criminoso que integrou 16/08/2018 às 19:34 - Atualizado em 17/08/2018 às 09:05
Show trio preso 1f69e888 4a65 4d23 8db7 1d549c690651
Foto: Divulgação
Silane Souza Manaus (AM)

Klinsman Campos Lopes, 23, Rafael Nunes da Costa, 20, o “Sabiá”, e Wileson Sena, 32, conhecido como “Masecão”, foram presos na noite dessa quarta-feira (15), por volta das 19h, durante operação deflagrada pelo 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) em conjunto com a equipe da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). A prisão aconteceu na rua Galópolis, comunidade Riacho Doce, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, e o trio foi apresentado à imprensa na tarde de hoje. 

De acordo com o delegado titular do 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ricardo Cunha, as diligências que resultaram na prisão do trio foram iniciadas na tarde de ontem, após um jovem de 21 anos procurar a unidade policial para informar que foi integrante de um grupo criminoso e que passou a dever a quantia de R$ 800 para o líder do grupo, o “Masecão”.

Segundo relatos da vítima, Wileson forneceu uma arma de fogo e deu a ordem para “Sabiá” executá-lo. Cunha explicou que o atentado contra a vítima ocorreu na tarde de quarta-feira, por volta das 16h, na rua Girua, primeira etapa da comunidade Riacho Doce, Zona Norte. Na ocasião, o homem foi alvejado com um disparo de arma de fogo, mas está fora de perigo. 

Diante dos relatos, conforme o delegado, foi deflagrada uma ação policial em conjunto com a 6ª Cicom e foi verificado, ainda, que “Masecão” já tinha sido preso em fevereiro deste ano, e o histórico dele era conhecido.

“As equipes policiais se deslocaram até a casa de 'Masecão', na rua Galópolis, onde o trio foi preso em flagrante. Com os infratores, foram encontrados ainda 30 porções de maconha do tipo skunk, 11 porções de cocaína, e um revólver calibre 38 com numeração suprimida, utilizado na tentativa de homicídio, com duas munições intactas do mesmo calibre”, afirmou Cunha.

Klinsman, Rafael e Wileson foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis no 6º DIP, os infratores serão levados à Audiência de Custodia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul.

Publicidade
Publicidade