Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
VEÍCULOS

Trio é preso suspeito de integrar quadrilha especializada em adulterar carros roubados

Segundo a polícia, eles compravam veículos roubados ou furtados em Manaus, adulterava-os e os encaminhava para outros Estados. Sete carros foram recuperados



ff84338b-fb06-4eb1-a6d7-46c581694aba_4E7CF4B0-959E-4BC3-8B09-83A04B577693.jpg
Foto: Jander Robson
30/03/2019 às 15:26

Darlisson da Silva Gonçalves, 35, o “Dadá”, o venezuelano Alberto José Ibarra, 25, e Aquiles Alves Lira, 36, foram presos pela Polícia Civil do Amazonas suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em adulterar carros roubados e furtados em Manaus. Eles foram presos na rua Tarumã, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Durante a ação, sete veículos foram recuperados.

As prisões foram feitas por policiais da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv). De acordo com o titular da Derfv, delegado Cícero Túlio, o trio adulterava veículos roubados ou furtados em Manaus que seriam levados para outros Estados. “Conseguimos localizar o Dadá. Ele que é conhecido da Polícia Civil do Amazonas e de outros Estados. Ele já foi preso em razão de participar de organizações criminosas especializadas em roubos, furtos e adulterações de veículos e na tarde de ontem conseguimos êxito após identificar uma oficina na qual eles levavam esses veículos para que os mesmos fossem adulterados”.

Dentro da organização criminosa, “Dadá” atuava encomendando e comprando veículos roubados. Já Aquiles e o venezuelano Alberto eram responsáveis por adulterar os carros para que pudessem trafegar em vias públicas sem restrições.

O delegado Cícero Túlio ressaltou ainda que as investigações apontam outros crimes cometidos pelo venezuelano. “Existe uma participação intensa do venezuelano, inclusive, ele estava negociando entorpecentes para encaminhar para a Venezuela e também estaria organizando uma situação criminosa relacionando ao tráfico de pessoas para a exploração sexual aqui no Amazonas”, afirmou o delegado, acrescentando ainda que as investigações vão ser intensificadas para encontrar outros integrantes da quadrilha.

Já Aquiles também tinha ficha criminal. Ele respondia a três processos por roubo e há três meses vinha cumprindo pena em regime semiaberto, ou seja, livre nas ruas mas usando tornozeleira eletrônica.

Durante a ação foram recuperados sete carros adulterados, além de materiais usados na remarcação dos veículos.

Os três homens foram autuados em flagrante por receptação, adulteração de sinal de identificador de veículo automotor e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis, o trio será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva, em Manaus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.