Sábado, 20 de Julho de 2019
INVESTIMENTO

Adaf alinha atividades para ter status de livre de aftosa com vacinação internacional

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai repassar R$ 4,3 milhões para instituição atingir este objetivo



febre.JPG Foto: Reprodução/Internet
19/02/2018 às 18:09

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) estão traçando, conjuntamente, as estratégias para que o Estado seja considerado área livre de aftosa com vacinação internacional, segundo as normas da Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE).

Hoje (19/02) profissionais da Adaf de 20 municípios estiveram reunidos na sede da Sepror, no bairro do Japiim, na Zona Sul de Manaus, para participar de um workshop (que irá até o dia 21), onde serão alinhadas às metas para que se consiga este objetivo comum.

“Nós estamos recebendo apoio financeiro do Mapa de R$ 4,3 milhões e ele está associado a nós pela nossa capacidade de trabalho, planejamento e conhecimento de campo”, destacou o presidente da Adaf, Sérgio Muniz. Na avaliação do representante do Mapa no Amazonas, Guilherme Pessoa, o Estado está no caminho certo ao se dotar de capacidade técnica e de condições humanas, para evoluir do seu status de área livre de aftosa com vacinação nacionalmente, para o patamar internacional.

Para que o Mapa realize os repasses integrais conveniados, a Adaf precisa fazer o dever de casa, como a realização do concurso que permitirá o acréscimo de 135 novos profissionais aos seus quadros. Nesta direção, hoje, o Diário Oficial do Estado deverá trazer os nomes dos membros da comissão da Adaf, que serão os responsáveis pelo concurso internamente. 

E, ontem, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das mais conceituadas do País, apresentou uma proposta para a realização do concurso da ADAF ao presidente Sergio Muniz. “Nós estamos alinhados com o Mapa e seguindo às diretrizes definidas na área pelo governador Amazonino Mendes e seguimos às orientações do secretário José Aparecido dos Santos, para acelerar o processo”, comentou Muniz.

Repasses

Inicialmente, o Mapa repassou R$ 1,3 milhão à Adaf que foram investidos em diárias, combustíveis, passagens aéreas e fluviais; bem como em treinamentos de pessoal e coberturas de despesas a campo. O segundo repasse será de R$ 1,7 milhão para aquisição de veículos, computadores, implantação de tecnologias de sistemas e todos relacionados à área animal. 

O terceiro repasse será de R$ 1,3 milhão e vai ser direcionado para a área vegetal da Adaf. O  governo do Amazonas, por sua vez, vai disponibilizar R$ 3,271 milhões que serão empregados na reforma de 11 unidades da Adaf; aquisição de 32 “voadeiras” com motor com capacidade de força de 60 hp; e aluguel de 15 veículos. Os orçamentos de todos os itens já foram realizados e o governo fará licitações, previstas para ainda este mês, mais tardar em março. 

Padrão

Especificamente sobre o workshop de hoje (19/01) alguns participantes deram seus depoimentos como Isaac Franklin, do escritório de Guajará, que disse: “Esse evento para nós, que estamos em unidades de ponta, representa uma capacitação essencial, para que possamos renovar as orientações e conhecimentos por meio da sede da Adaf”.

Cláudia Ramos, da unidade da Adaf de Parintins, disse “que enfrenta várias dificuldades no interior e que é de extrema importância estar aqui, em função deste convênio com o Mapa, onde vamos tirar as nossas dúvidas e depois executarmos em nossos municípios as ações de campo, com um padrão bem definido”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.