Publicidade
Interior
PRODUÇÃO

Autazes deve aumentar em 30% a produção de cupuaçu em 2018, estima Idam

A chegada de um caminhão, com capacidade de três toneladas, deve facilitar o escoamento da produção de 85 agricultores da Cooperativa dos Produtores da Região do Lago do Sampaio (Cooperasa) 24/01/2018 às 19:50 - Atualizado em 24/01/2018 às 19:52
Show cupua u
Fotos: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A produção de cupuaçu na comunidade do Lago do Sampaio, no município de Autazes (a 108 quilômetros da capital), deve saltar de 320 para 416 toneladas ao ano (+30%). A estimativa é do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável da Amazonas (Idam) da região. A razão do aumento é devido às melhorias no escoamento com a chegada do caminhão, com capacidade de três toneladas, destinado a atender 85 agricultores da Cooperativa dos Produtores da Região do Lago do Sampaio (Cooperasa). 

O veículo foi entregue, nesta quarta-feira (24/01), pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) na Escola Municipal Abel de Sena Mendonça, localizada na Estrada AZ 2 – km 22, lago do Sampaio, Zona Rural do município. O benefício é fruto do Termo de Fomento firmado entre a cooperativa e o FPS, no valor de R$ 100 mil. 



A Cooperasa comercializa o cupuaçu tanto em forma de polpa quanto do fruto para as feiras e supermercados de Manaus e para o Programa de Aquisição de Alimentos da Companhia Nacional de Abastecimento (PAA/CONAB) e o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme).

“Nossas perdas de produção serão zeradas com a chegada deste caminhão. Faz 12 anos que esperamos por um benefício como esse, que faz reduzir os gastos com fretes e projeta mais ganho no volume de produção, pois todos sabem que o desafio do produtor rural é o escoamento”, destacou o presidente da Cooperasa, Lucas Ferreira. 

Culturas agrícolas

Além do cupuaçu, o cultivo de farinha de mandioca amarela também deve crescer 50% neste ano. A produção anual é de 400 toneladas na região. Outras culturas como açaí, hortaliças e melancia devem ter expressivos crescimentos na comunidade. 

“Com o acompanhamento da assistência técnica e extensão rural do município, podemos relatar que a produção no ano de 2017 girou em torno de 320 toneladas de produtos entregues aos mercados institucionais, varejistas e feiras. Com o incentivo ao escoamento da produção através do Governo do Estado e Fundo de Promoção Social, teremos um avanço em torno de 30%, agregando assim valor ao produto, renda ao produtor e consequente melhoria da qualidade de vida das famílias ali residentes”, afirmou o gerente do Idam de Autazes, Denis de Lima.

Investimentos de R$197 milhões 

Esse é o segundo investimento do FPS realizado este mês em Autazes. No último dia 10 de janeiro foi entregue um caminhão com capacidade de duas toneladas para a Cooperativa de Produção da Agricultura familiar do Jatuá (Coopafja), na Comunidade do Cajuçara. O investimento foi de R$ 97,2 mil e beneficiou 127 agricultores.

No total, já foram investidos cerca de R$ 197 mil em transportes para melhorar o escoamento agrícola com mais de 800 pessoas beneficiadas no município. “O Fundo de Promoção Social tem cumprido a missão junto às associações e instituições que atuam no estado com a proposta de levar dignidade e mais qualidade de vida para a população. O que queremos é aumentar as entregas desses benefícios  e concretizar as ações e sonhos das famílias amazonenses”, afirmou   a secretária executiva do FPS, Liliane Araújo.

Publicidade
Publicidade