Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
MEIO AMBIENTE

Comitiva visita unidades de produção rural de baixo impacto ambiental em Apuí

A ação faz parte do programa multi-institucional para promoção do desenvolvimento sustentável na região e busca o equilíbrio entre o agronegócio e o meio ambiente no município



apu_.JPG
Foto: Reprodução/Internet
12/04/2018 às 20:15

Acontece nesta sexta-feira (13) uma visita de comitiva de especialistas de meio ambiente, agronegócio, assistência técnica e autoridades do executivo local, em quatro unidades de produção rural de baixo impacto ambiental no município de Apuí (localizado a 347 quilômetros de Manaus em linha reta). As fazendas estão localizadas nas vicinais do Raolino, Novo Aripuanã e Campo Grande. No sábado (14), seguem as discussões sobre as atividades nas áreas de meio ambiente e agronegócio sustentável na Câmara de Vereadores, pela parte da manhã, e no Centro Desportivo e Cultural Arlindo Marmentini, à tarde. 

A ação faz parte do programa multi-institucional para promoção do desenvolvimento sustentável na região e busca o equilíbrio entre o agronegócio e o meio ambiente na região, que luta para sair da posição de desmatadora do Sul do Amazonas.

 Segundo o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Muni Lourenço, as ações são importantes para que se entenda que Apuí não pode ser tratada como uma área marginal nas questões ambientais e que o município tem papel determinante na busca da produção de alimentos com tecnologia e escala de produção, tanto na questão leiteira, como de carne e na agricultura de floresta.

“A massificação de tecnologias agropecuárias sustentáveis; a adoção da cultura de lavoura pecuária/floresta; o pastejo rotacionado de potreiros; as políticas públicas de repasses de insumos para a correção do solo, como o Pro-calcário; e a mecanização agrícola; são alternativas viáveis que mantém o equilíbrio lavoura/pecuária/floresta”, afirmou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA) e dirigente nacional da CNA, Muni Lourenço.

Segundo o fazendeiro Edimar Vizolli, que já foi várias vezes presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM) e cria gado em Apuí, “as tecnologias existentes hoje permite que se tenha escala na produção sem agredir o meio ambiente, mesmo porque as áreas de floresta estão sendo preservadas na proporção de 80% (reserva) e 20% para uso pelo agronegócio”.

O presidente do IDAM, Luiz Herval, também faz parte da comitiva e sob sua responsabilidade está as atividades de assistência técnica junto aos produtores rurais da região. A unidade local da instituição em Apuí tem sido uma das mais ativas do Sul do Amazonas.

Respeito

O prefeito de Apuí Antonio Roque Longo tem defendido que “os produtores rurais locais, que hoje sofrem com embargos de suas terras em decorrência da ausência de licenças ambientais; sejam tratados com mais respeito, porque são produtores de alimentos e colaboram para o desenvolvimento regional”.

Nesta direção, ele sustenta que as mais de 700 propriedades com problemas de documentação ambiental no município possam ser liberadas para a produção rural, respeitando o que determina a lei, mas sem desestabilizar a economia regional. Até hoje, mais de 200 propriedades já tiveram seus documentos encaminhados para receberem as licenças ambientais do IPAAM, que está sob a presidência do secretário Marcelo Dutra da Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Estado do Amazonas (SEMA).

Produção

As fazendas de produção de baixo carbono que serão visitadas nesta sexta-feira (13) produzem café na vicinal Raolino no km 35; viveiro de mudas Santa Luzia na vicinal Novo Aripuanã no km 2,5; açaí, banana, madeira manejada e café, na mesma vicinal, mas no km 4; e queijo, manteiga, iogurte na vicinal Campo Grande no km 5. Todas estão regularizadas e são consideradas modelos de baixo impacto ambiental.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.