Domingo, 19 de Setembro de 2021
Interior

Estiagem avança em 23 cidades do AM e população corre risco de isolamento, falta de alimentos e água potável

Em Benjamin Constant, a população considera que o município já vive em estado de calamidade pública



asda_905212E9-5FB2-403C-BE65-4F1E27A0C146.jpg Foto: Reprodução
04/09/2021 às 17:52

Os moradores dos municípios de Tabatinga (localizado a 1107 km de Manaus) e Benjamin Constant (1118 km) estão sofrendo com os efeitos da estiagem severa do Rio Solimões, que vem baixado desde meados do mês de julho. Com a vazante, algumas comunidades localizadas em áreas de difícil acesso – e que usam o rio para locomoção – correm o risco de ficarem isoladas.

Em Benjamin Constant, a população considera que o município já vive em estado de calamidade pública e reclama que está isolada. Codajás já teria acionado o alerta sobre a vazante, pois a velocidade da vazante está anormal.

De acordo com medições dos moradores, o nível do rio Solimões em Tabatinga caiu desde 1 de julho, quando foi registrada uma marca de 10m16cm, caindo dois centímetros no dia 2 de julho. Mas, a partir de 3 de julho, a velocidade da vazante acelerou, caindo para 10m 04 cm – uma diferença de um dia para o outro de 16 cm. No dia 4, o nível do rio já estava em 9cm88 e em 31 de julho, atingiu uma marca de 6m59cm. No fim de agosto, a marca estava em 1m14cm.

Só no mês de setembro nível do rio já baixou 29 centímetros e até 1 de setembro, o rio atingiu 1m 01. De acordo com Rosangela Araújo da Silva, Secretária Executiva de Proteção e Defesa Civil de Tabatinga, o rio atingiu as cotas mais baixas já registradas no município.

“Com relação a estiagem no ano de 2021, estamos com uma das cotas mais baixas já registradas. Temos diversas comunidades isoladas e, para amenizar a situação das famílias afetadas, estamos implantando o projeto Águas do Coração. Também estamos monitorando cada comunidade, já fizemos visitas técnicas e conversamos com os representantes delas. Hoje estamos com o nível de 0.72, o que infelizmente isola comunidades dentro dos igarapés. A maior parte dessas comunidades são indígenas, mais também temos comunidades na margem do rio Solimões que ficam isoladas devido as praias que aparecem nessa época do ano”, disse a secretária.

Rosângela explica que o projeto Águas do Coração leva água potável às comunidades. “Estamos implantando nas comunidades o projeto que consiste em levar água tratada para as famílias que sofrem com a estiagem”, relatou Rosângela.

O agente de defesa civil de Tabatinga, Donizete Cruz, disse que a população enfrenta dificuldades com o deslocamento na região.  “Realmente, está acontecendo na região do Alto Solimões a estiagem prolongada. Principalmente, no tardio da chegada das embarcações, que transportam alimentos e outros produtos da capital para o município. E, a questão da navegação fluvial está muito perigoso, devido ao aparecimento de bancos de areias e troncos de árvores, dificultando a questão do transporte fluvial”, afirma.

Donizete também destaca que quem tem que sair do município em direção a Benjamin Constant, está impossibilitado. “O curso do leito, praticamente, fechou. Quase meio metro, no meio do rio, somente. As embarcações maiores estão tendo que desviar por detrás de uma ilha. Então, o tempo de viagem, que era de 30 minutos de Tabatinga para Benjamim, está durando 1h20m, encarecendo a passagem, além de que Benjamin e Atalaia já sofrem com falta de alimentos, tendo em vista que as embarcações maiores não estão conseguindo chegar até o porto de Atalaia e Benjamin Constant. Tabatinga ainda está suportando um pouco mais, mas já vem sendo montado um plano de ação da estiagem. Governo do Estado e Governo Federal estão sendo comunicados para unirmos força a fim de enfrentar essa estiagem, que está se agravando a cada dia aqui no Alto Solimões”, disse Donizete.

A reportagem de Acrítica tentou contato com a Defesa Civil do município de Benjamin Constant por meio do telefone (97) 99 xx-xx-x4, mas a pessoa responsável não respondeu aos nossos questionamentos.

DEFESA CIVIL DO AMAZONAS

Os níveis preocupantes da velocidade da descida das águas na calha do Solimões estão sendo monitorados pela Defesa Civil, que emitiu um alerta sobre a situação. Um total de 13 municípios estão em situação de atenção: Humaitá, Apuí, Manicoré, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda do Norte, localizados na Calha do Madeira. Na calha do Alto Solimões estão relacionados nessa categoria os municípios Atalaia do Norte, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tocantins, Benjamin Constant e Tabatiga – que relataram dificuldades com a vazante do rio.

Dez municípios estão em situação de Alerta, segundo relatório da Defesa Civil do Amazonas: Calha do Juruá – Juruá, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Eirunepé, Envira, Carauari. Na calha do Purus – Boca do Acre, Pauini, Canutama. Até o momento, segundo a Defesa Civil, as demais 39 cidades do Amazonas estão em estado de normalidade.

Nível do Rio Solimões na estiagem:

 

JULHO/2021

Dia 01/07 10.16m

Dia 02/07 10.14m

Dia 03/07 10.02m

Dia 04/07 09.88m

Dia 05/07 09.77m

Dia 06/07 09.68m

Dia 07/07 09.60m

Dia 08/07 09.27m

Dia 09/07 09.14m

Dia 10/07 09.01m

Dia 11/07 08.90m

Dia 12/07 08.76m

Dia 13/07 08.59m

Dia 14/07 08.34m

Dia 15/07 08.10m

Dia 16/07 07.88m

Dia 17/07 07.60m

Dia 18/07 07.38m

Dia 19/07 07.26m

Dia 20/07 07.14m

Dia 21/07 07.07m

Dia 22/07 07.00m

Dia 23/07 06.90m

Dia 24/07 06.74m

Dia 25/07 06.60m

Dia 26/07 06.54m

Dia 27/07 06.53m

Dia 28/07 06.57m

Dia 29/07 06.62m

Dia 30/07 06.64m

Dia 31/07 06.59m

 

AGOSTO

Dia 01/08 06.45m

Dia 02/08 06.26m

Dia 03/08 06.04m

Dia 04/08 05.80m

Dia 05/08 05.62m

Dia 06/08 05.26m

Dia 07/08 05.04m

Dia 08/08 04.94m

Dia 09/08 04.76m

Dia 10/08 04.58m

Dia 11/08 04.42m

Dia 12/08 04.12m

Dia 13/08 03.86m

Dia 14/08 03.64m

Dia 15/08 03.27m

Dia 16/08 02.96m

Dia 17/08 02.62m

Dia 18/08 02.47m

Dia 19/08 02.40m

Dia 20/08 02.39m

Dia 21/08 02.32m

Dia 22/08 02.31m

Dia 23/08 02.25m

Dia 24/08 02.16m

Dia 25/08 02.09m

Dia 26/08 01.86m

Dia 27/08 01.72m

Dia 28/08 01.52m

Dia 29/08 01.38m

Dia 30/08 01.29m

Dia 31/08 01.14m

 

SETEMBRO

Dia 01/09 01.01m

Dia 02/09 00.86m

Dia 03/09 00.78m




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.