Publicidade
Interior
MEIO AMBIENTE

Ipaam interdita duas fábricas de asfalto sem licença ambiental em Itapiranga

Interdição aconteceu após denúncia de moradores, que registraram constante fumaça densa, escura e de odor forte expelida pela chaminé das empresas 23/01/2018 às 15:29 - Atualizado em 23/01/2018 às 15:45
Show itapiranga1
No local, os fiscais também flagraram o armazenamento em local inadequado de produtos utilizados para a produção de massa asfáltica em tonéis de ferro
acritica.com

Fiscais do Instituto Ambiental do Amazonas (Ipaam) interditaram  na segunda-feira (22/1) as atividades de duas fábricas de produção de asfalto no bairro Terra Nova, no município de Itapiranga, distante 339 quilômetros de Manaus, que estavam funcionando no mesmo lugar sem Licença de Operação Ambiental e a menos de 300 metros do Hospital Miguel Batista, naquela cidade.

De acordo com o gerente de Fiscalização Ambiental do órgão (Gefa), Abener Brandão de Souza, semana passada, moradores de Itapiranga denunciaram ao Ipaam, por meio de fotografias e vídeos produzidos de aparelho celular, a existência constante de fumaça densa, escura e de odor forte expelida pela chaminé das empresas, o que estava causando intoxicação em algumas pessoas.

Brandão informou que o material chamou atenção da equipe de fiscalização que, nesta segunda-feira (22), foi ao local e constatou a denúncia. As empresas receberam autos de infração, termos de embargos das atividades e, uma delas, multa de R$ 100 mil por infração ambiental, conforme o Decreto Federal nº 6514/08. A ação contou com o apoio de policiais do Batalhão Ambiental da Polícia Militar (BAPM).

O gerente de Fiscalização disse que, no local, os fiscais também flagraram o armazenamento em local inadequado de produtos utilizados para a produção de massa asfáltica em tonéis de ferro. “As empresas tem o prazo de 20 dias para se regularizarem junto ao Ipaam para que voltem a operar. Enquanto isso, o local está interditado”, reafirmou Abener Brandão.

Publicidade
Publicidade