Publicidade
Interior
Abate de gado

Manaquiri busca alternativa de abate após proibição da Adaf

Em audiência pública realizada hoje na Câmara de Vereadores da cidade foram discutidas diversas alternativas para resolver o problema dos abatedouros, que afeta a economia local. Nova reunião foi marcada para o dia 6 01/11/2017 às 19:22 - Atualizado em 01/11/2017 às 19:23
Show manaquiri01
Manaquiri, localizada na Região Metropolitana, fica a 156 quilômetros de Manaus, e se caracteriza por ter um rebanho bovino de corte da raça nelore
Antonio Ximenes

O abate de animais de grande porte, bovinos, está proibido em Manaquiri até segunda ordem.Isso acontece, porque a cidade não tem abatedouro adequado que cumpra às normas exigidas pela Legislação, como observou à Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf). 

Em audiência pública realizada hoje (1/11) na Câmara de Vereadores da cidade, em que participaram o gerente de Inspeção da Adaf, Haruo Takatani; o prefeito municipal, Jair Souto; produtores rurais;açougueiros; e vereadores; foram discutidas diversas alternativas para resolver este problema que afeta a economia local.

Em uma tentativa para resolver a falta de abatedouro de Manaquiri, o prefeito Jair Souto convocou uma reunião com os produtores rurais locais para o dia 6 de novembro na Prefeitura. Nessa ocasião, serão estudadas as possibilidades de logística para que o gado do município possa ser abatido em Iranduba, Manacapuru ou Manaus.

O prefeito Jair Souto também vai buscar junto à iniciativa privada, que investidores construam um abatedouro na região. Segundo ele, até 1 de dezembro próximo, se deve encontrar uma alternativa concreta para o abate do gado do município. 

A Adaf, por sua vez, se mantém atenta na fiscalização do rebanho local, para que não se realize nenhum abate na cidade, com vistas a salvaguardar a saúde da população.

O vereador Ewerton Jacob, membro da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento do Campo, da Câmara de Vereadores de Manaquiri, presidiu a audiência pública.

Manaquiri, localizada na Região Metropolitana, fica a 156 quilômetros de Manaus, e se caracteriza por ter um rebanho bovino de corte da raça nelore. Nos últimos anos, sua zona rural tem apresentado um forte crescimento agropecuário.

Apreensão

Em julho último, a Adaf realizou uma operação de combate à clandestinidade de abate em Manaquiri e aprendeu meia tonelada de carne sem procedência. Segundo a agência, a carne aprendida na ocasião, se consumida, poderia trazer sérios riscos a saúde pública. Tuberculose, brucelose, salmonelose, entre outras doenças, são transmissíveis pelos alimentos infectados.

Publicidade
Publicidade