Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
Manaus

175 quilos de droga são apreendidos com colombianos no Rio Solimões, às margens de Mancapuru

Segundo informações da Polícia Federal, 164 quilos de cocaína e encontrado nos arredores da cidade em uma fiscalização fluvial



1.jpg Droga era transportada por três homens colombianos
10/05/2014 às 15:58

Por volta das 21h50 desta sexta-feira (9), aproximadamente 175 quilos de drogas foram apreendidos pela Polícia Federal no Rio Solimões, nas proximidades da Ilha da Paratari (arredores do município de Manacapuru, a 68 quilômetros de Manaus). Da quantidade total de entorpecente apreendida, 164 quilos eram de cocaína e 11 de maconha. A droga era transportada por três homens de nacionalidade colombiana, que foram autuados e presos.

De acordo com informações da Polícia Federal, o carregamento foi encontrado durante uma fiscalização fluvial. Junto com a droga, também foram apreendidas duas pistolas calibre 9mm e um revólver calibre 38, além de munições intactas. Uma canoa de alumínio de seis metros e um motor de popa de 15HP, utilizados pelos acusados para transportar o contrabando, também foram apreendidos.



Os suspeitos foram levados para a Superintendência Regional da Polícia Federal, localizada em Manaus, onde foram autuados por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Em seguida, serão encaminhados ainda na tarde de sábado (10) à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, localizada no Centro da capital, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Outro caso

Por volta das 22h30, outra prisão foi efetuada em Manacapuru por conta do tráfico de drogas. Um taxista, conhecido na cidade da Região Metropolitana de Manaus como "Tampico", foi preso na ponte da rua C, no bairro da Liberdade, com 200 trouxinhas de oxi e 50 de cocaína.

*com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

25 Mai
ARQUIVO_AG_NCIA_BRASIL_8E54B548-1F0D-43FC-B519-959FF459E3B2.jpg

MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

25/05/2020 às 13:17

O estudante que tiver interesse em suspender as parcelas deverá se manifestar junto ao banco até 31 de dezembro. A suspensão vale para os contratos que estavam em dia antes da decretação do estado de calamidade pública, reconhecido em 20 de março, e será retroativa às parcelas que não foram pagas desde então


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.