Publicidade
Manaus
Manaus

7ª Caminhada pela Paz é realizada na Zona Centro-Oeste de Manaus

O movimento foi realizado pela Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos e reuniu centenas de fiéis que clamaram pela paz no bairro, alvo de atos violência no último ano 01/01/2014 às 18:37
Show 1
7ª Caminhada Pela Paz no bairro Dom Pedro
Jaíze Alencar Manaus (AM)

A Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos realizou a "7ª Caminha pela Paz" na tarde desta quarta-feira (1º) nas ruas do bairro Dom Pedro,  Zona Centro-Oeste de Manaus. 

Esta é a sétima edição da caminhada que reúne várias comunidades cristãs em prol da paz pelas famílias da cidade e cada edição recebe o apoio dos moradores. 

Durante o percurso que durou aproximadamente 45 minutos, os cristãos vestidos de branco percorreram as ruas do bairro com cânticos e orações de paz, eles levam faixas, cartazes, a imagem de Cristo e instrumentos musicais.

Segundo a coordenadora da caminhada, Dayse Barros, o movimento iniciou porque o bairro estava muito violento e queriam chamar a atenção dos moradores. “

"Queremos paz para o nosso bairro e pedimos a Deus que nos dê a paz dele. Todos precisam de paz e nós clamamos pela paz da nossa cidade", afirma.

O pároco substituto Jocemar Malinoski ressalta que no dia 1º de janeiro é comemorado mundialmente o Dia da Paz,

“Jesus Cristo é o Príncipe da Paz e umas das virtudes que Ele nos pedia era a paz e nós damos continuidade ao que Ele pedia”.

O pároco ressalta ainda que não é apenas a Igreja que deve buscar a paz, mas toda a sociedade deve se esforçar para viver em harmonia uns com os outros.

O encerramento da caminhada foi realizado com a celebração de uma missa na Igreja Matriz.

Caminhada na Zona Norte

A Arquidiocese de Manaus realizou celebrações de Ação de Graças pelo ano que se encerra e de acolhida ao novo ano, suplicando as bênçãos de Deus e a participação do arcebispo de Manaus Dom Sérgio Castriani.

Na Zona norte também foi realizada a Caminhada pela Paz, em favor da paz na periferia da cidade que para a Igreja é o melhor remédio para se antecipar a qualquer onda de violência.

Essa manifestação é um gesto dos moradores que desejam se antecipar à violência nas periferias. A Igreja Católica divulga a mensagem do Papa, sendo a primeira do Papa Francisco.

O texto começa com uma afirmação forte: "No coração de cada homem e mulher habita o anseio duma vida plena que contém uma aspiração irreprimível de fraternidade, impelindo à comunhão com os outros, em quem não encontramos inimigos ou concorrentes, mas irmãos que devemos acolher e abraçar".

Publicidade
Publicidade