Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
AMOR QUE SE LÊ

A Crítica 70 anos: leitores falam da importância do jornal em suas vidas

O jornal está em suas vidas há anos, se completando como unha e carne, alma e corpo, formando gerações e gerações de famílias, provando que o matutino segue firme no coração das pessoas mesmo em tempos tão tecnológicos



jornal_1368279C-BC32-46E8-A575-E7C768FC9594.JPG
Foto: Divulgação
19/04/2019 às 09:14

Um amor de verdade não se explica, mas se sente, demonstra, se relata e, no caso de pessoas como jornaleiros e leitores de A CRÍTICA, se lê. Entre agradecimentos emocionados e parabenizações pelos 70 anos do jornal, que são festejados hoje, eles reconhecem a importância do matutino, fundado oficialmente em 19 de abril de 1949 pelo saudoso jornalista Umberto Calderaro Filho.

O jornal está em suas vidas há anos, se completando como unha e carne, alma e corpo, formando gerações e gerações de famílias, provando que o matutino segue firme no coração das pessoas mesmo em tempos tão tecnológicos.

Foi vendendo A CRÍTICA nas ruas do Conjunto 31 de Março e nas redondezas da Suframa, há quase 30 anos, que o jornaleiro paraense Oswaldo Balieiro da Costa, 73, sustentou a esposa, Maria de Nazaré, e mais os sete filhos.

Com essa renda da venda do matutino, ele formou quatro deles na faculdade, transformou sua antiga residência de madeira localizada na Comunidade Nove de Junho, no conjunto Japiim, Zona Sul, em uma casa de alvenaria com sala, cozinha e dois quartos.   Foi vendendo jornal que ele conseguiu comprar um carro modelo Brasília e uma mobilete – esta no qual ele vende, atualmente, o impresso.


Foi vendendo o jornal A CRÍTICA que seu Oswaldo Balieiro da Costa  sustentou a família e formou os filhos na universidade
 

Seu Oswaldo acorda religiosamente às 4h e sai por volta de 5h para vender o jornal, só retornando para casa às 10h. De Sol a chuva, o cliente precisa receber seu jornal. “O jornal nos ajudou muito. Se não fosse A CRÍTICA as coisas seriam mais difíceis. A CRÍTICA foi tudo pra mim, nunca passei fome. Conheci o seu Calderaro, era uma pessoa muito legal. Se ele estivesse numa reunião com o governador, ele dava atenção para nós jornaleiros. Um homem bom como deve estar recebendo as glórias no céu”, contou ele, que deseja cada vez mais sucesso e sorte para o jornal septuagenário.

Três gerações

O amor pelo jornal A CRÍTICA já vem há três gerações na família da dona de casa Alegria Bezerra, que tem 74 anos de idade, mais de 30 como assinante fiel do matutino e bem mais que isso de leitora. A fascinação dela pelo jornal contagiou a filha, a corretora de planos de saúde Paula Samantha Bezerra de Brito, 39, e já chegou ao neto, Luiz Miguel, de 6 anos de idade.

Tudo começou certa vez quando o jornal esgotou em uma padaria na qual dona Alegria mandava comprar A CRÍTICA. Insatisfeita, ela providenciou imediatamente uma assinatura. De assídua leitora nascia um fiel assinante, que acorda às 5h30 diariamente para ler,  em família, o matutino.

“O jornal A CRÍTICA representa família, casa, tudo. Se faltar o jornal é como se faltasse comida. Antes de comer eu leio ele. Estamos viajando e eu pedi pra moça que ficou lá em casa pra guardar os exemplares pra mim pois quando chegar vou ler um por um. Nestes 70 anos desejo que o jornal cresça mais do que já é pois é motivo de felicidade para nós leitores e os jornalistas”, destaca Alegria.

O neto Luiz Miguel começou a se alfabetizar lendo o jornal e recortando letra por letra do matutino para formar palavras como a própria A CRÍTICA, diz a avó leitora. Será que está nascendo um futuro jornalista?

‘Dia nasce com a chegada do jornal’

“Nosso dia começa e nasce na chegada do jornal à nossa casa. Meu marido, Raimundo dos Santos, recebe o jornal cedinho pra nós”, diz Paula Samantha, filha de Alegria Bezerra, assinante de A CRÍTICA há  30  anos. No ano passado, Paula esteve no complexo  da Rede Calderaro (Cidade das Comunicações, no Aleixo) a trabalho, e se encantou com o local. “Pensei que era menor, mas é tudo gigante, com tantas pessoas buscando informação. E olha quem nem conheci a redação do jornal”, conta.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.