Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
JUSTIÇA ELEITORAL

Abdala vai assumir vaga de deputado em 2019 após TSE liberar candidatura

O parlamentar foi reeleito com 18.715 votos (1,05%), mas concorreu ao cargo com o registro de candidatura pendente na Justiça Eleitoral



abdala_83276B28-C754-472F-B65E-95A9386C6F39.JPG Foto: Divulgação
31/10/2018 às 19:22

O deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos) garantiu sua reeleição e vai ocupar uma das 24 cadeiras da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatar recurso ordinário, nesta quarta-feira (31), e deferir o seu registro de candidatura. Com isso, Tiago Falcão (Podemos) fica de fora da Casa Legislativa em 2019.

O parlamentar foi reeleito com 18.715 votos (1,05%), mas concorreu ao cargo com o registro de candidatura pendente na Justiça Eleitoral. Isso porque, no dia 7 de outubro, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) negou o registro de candidatura de Abdala. A Justiça Eleitoral impugnou o registro de candidatura com base em condenação pela prática de cartel em abril de 2011, resultado da “Operação Carvão”.



Na decisão, o ministro-relator Luís Roberto Barroso, do TSE, entendeu que “não cabe à Justiça Eleitoral decidir sobre o acerto ou desacerto das decisões proferidas por outros órgãos do Judiciário ou dos tribunais de contas que configurem causa de inelegibilidade (Súmula nº 41/TSE)” e suspendeu “a eficácia da decisão criminal condenatória que caracterizaria a inelegibilidade”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.